Sporting iguala FC Porto na maior 'seca' entre 'grandes'

Leões somam, em 18 anos, seis segundos lugares, oito terceiros, três quartos e um sétimo

• Foto: Pedro Ferreira

O Sporting superou a maior 'seca' da sua história, ao somar a 18.ª época sem vencer o campeonato português de futebol, igualando o recorde entre 'grandes' que o FC Porto ostentava a solo desde 1976/77.

Depois de 17 temporadas de 'seca', entre 1982/83 e 1998/99, os leões superaram-se a si mesmos entre 2002/03 e 2019/20 e igualaram os dragões, que podem superar se não vencerem a 87.ª edição da prova, em 2020/21.

Depois do título arrecadado em 2001/2002, com 42 golos de um 'enorme' Mário Jardel, os leões têm somado frustração atrás de frustração e 2019/20 não foi exceção, com quatro treinadores, oito derrotas e um quarto lugar, que nem chega para entrar direto na próxima edição da Liga Europa.

Os leões, que para já igualaram o registo portista de 1959/60 a 1976/77, somam, em 18 anos, seis segundos lugares, oito terceiros, três quartos e um sétimo.

Em 2006/07 e em 2015/16, os leões ainda chegaram à última jornada com possibilidades de vencer a prova, mas não dependiam apenas de si próprios e acabaram batidos por FC Porto e Benfica, respetivamente.

Antes, em 2004/05, o Sporting, de José Peseiro, liderava com duas rondas por disputar, mas ficou fora da corrida na penúltima jornada, ao perder por 1-0 com o Benfica, na Luz, por culpa de um golo do brasileiro Luisão, muito perto fim.

Na presente temporada, que começou com um marcante 0-5 face ao Benfica na Supertaça, o Sporting ficou muito cedo afastado do título, com o holandês Marcel Keizer a deixar a equipa após a quarta jornada, no sexto posto, a três pontos da frente.

Os leões, que eram líderes após três rondas, apostaram no interino Leonel Pontes, mas este só durou, na I Liga, dois jogos: não ganhou nenhum e fez a equipa cair para a sétima posição, já a oito ponto do líder, um surpreendente Famalicão.

Chegou, então, Jorge Silas, que não conseguiu a desejada recuperação, muito pelo contrário: somou 10 vitórias, um empate e seis derrotas, e subiu até quarto, após 23 jornadas, mas então já a 20 pontos do líder FC Porto.

A troco de 10 milhões de euros, o Sporting apostou, com 'tudo' perdido, em Rúben Amorim, que foi 'roubar' ao Sporting de Braga. Os 'leões' ainda ultrapassaram os 'arsenalistas' e chegaram a ter mais cinco pontos, mas 'caíram' no final e voltaram a perder o último lugar do pódio.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.