Sporting tem provas de que a UNILABS assumiu falsos positivos

Responsável do laboratório afirmou que não assumia erro com Nuno Mendes e Sporar

António Maia Gonçalves, diretor médico da UNILABS, veio ontem a público dizer que o laboratório não assumia qualquer erro com os testes de Nuno Mendes e Sporar, ao contrário do que afirmara publicamente o Sporting. 

As declarações do responsável da UNILABS, ao jornal O Jogo, apanharam o Sporting de surpresa, mais ainda porque o mesmo Maia Gonçalves afirmava ter assinado os testes positivos e acrescentava que a UNILABS não voltou a ser contactada.

Ora, segundo Record apurou, o Sporting tem na sua posse provas de que a UNILABS assumiu os falsos positivos de Nuno Mendes e Sporar, falsos positivos que, na prática, traduzem erros de testagem e que impediram os dois jogadores de participar no encontro com o Rio Ave.  Ato contínuo, o Sporting decidiu fazer mais duas despistagens PCR cujos resultados foram consecutivamente negativos, confirmando portanto os falsos positivos. 

Todos estes dados, de acordo com as informações recolhidas pelo nosso jornal, foram assumidos pela UNILABS junto do Sporting, por intermédio precisamente do diretor médico do laboratório, António Maia Gonçalves, o mesmo que declarou não assumir o erro de testagem. O clube de Alvalade tem provas destes factos na sua posse, pelo que encarou com perplexidade e estranheza as afirmações do referido responsável.

Por Vítor Almeida Gonçalves
72
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.