Teo Gutiérrez: «Cresci muito no Sporting»

Avançado não sabe o futuro, mas diz que evoluiu em Alvalade

• Foto: Pedro Simões

A gozar os derradeiros dias de férias na Colômbia, Teo Gutiérrez falou esta sexta-feira aos jornalistas em Barranquilla, durante uma iniciativa da Fundación Teogol, da sua situação na seleção colombiana, mas também do futuro, voltando a deixar em aberto a possibilidade de regressar a um dos seus ex-clubes.

"Quando deixas as portas abertas em clubes onde estiveste há sempre possibilidades de regressar. O facto de teres deixado tudo em campo dá-te essa chance. Tenho contrato com o Sporting, equipa à qual estou muito agradecido, cresci muito. O River é a minha segunda casa, como também o Junior, porque é a equipa onde nasci em termos de futebol", admitiu, confessando depois ter recebido efetivamente um contacto do Atlético Nacional.

"Houve uma abordagem, falaram com o meu agente, havia interesse já que estavam a lutar pela Libertadores, torneios importantes. É um clube da Colômbia, mas sem dúvida que o Junior está no meu coração e, por isso, é muito difícil", admitiu.

O sonho olímpico

Na mesma conversa, Teo voltou a deixar no ar a mensagem de que gostaria de representar a Colômbia nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro'2016.

"Gostava de estar nos Jogos Olímpicos. Lutei muito para isso e, se tiver a chanche de vestir a camisola do meu país, irei fazê-lo com muito amor, entrega e deixarei tudo no relvado. Estou ao serviço da minha equipa, como sempre fiz, com muita responsabilidade, amor, respeitando tudo e todos e as decisões de todos. Tenho muita vontade de vestir a camisola o mais rápido possível. Essa camisola amarela pesa muito e quando a coloco desfruto ao máximo", admitiu.

Ausente da seleção que disputa a Copa América, o avançado leonino confessa que é difícil ver a prova de fora, mas admite que esta situação serve de lição: "Esta prova assumo-a, como sempre assumi, com muita responsabilidade e vai servir muito para o que aí vem. Estou mais maduro e quando voltar a vestir a camisola da seleção vou dar tudo, como sempre fiz e espero fazê-lo com um alto nível futebolístico".

A fechar, Teo comentou a performance da turma cafetera nos Estados Unidos e deixou elogios ao trabalho feito. "Vi a seleção bem. Tínhamos a vontade de chegar à final, infelizmente não conseguimos, mas os rapazes deram tudo. Há que olhar para o que aí vem. Esperamos que este último jogo consigam vencer, já que o terceiro lugar também é importante", finalizou.

Por Fábio Lima
2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.