O Correio da Manhã avança esta quinta-feira que três dos 23 adeptos do Sporting detidos terça-feira nas imediações da academia de Alcochete, após espancarem jogadores e técnicos, estão acusados no processo do homicídio do italiano Marco Ficini, morto pelo rival benfiquista Luís Pina numa batalha campal entre Juve Leo e No Name Boys, junto à Luz, na véspera de um Sporting-Benfica (1-1), em abril de 2017.

Segundo apurou o CM, as autoridades não descartam que, entre os perto de 30 agressores que faltam identificar, se encontrem mais alguns dos 12 homens ligados à Juve Leo que participaram na rixa mortal.

Autor: Sérgio A. Vitorino/Correio da Manhã