UNILABS mantém posição nos testes de Nuno Mendes e Sporar: «Não houve qualquer erro laboratorial nas amostras processadas»

Laboratório assume que falsos positivos são "mais frequentes em indivíduos alvo de testagem regular"

Os falsos positivos de Nuno Mendes e Sporar ainda dão que falar, a poucas horas do embate com o FC Porto, na Allianz Cup. Desta feita, a UNILABS, laboratório que analisou as amostras dos testes dos dois jogadores, mantém a sua posição de que "não houve qualquer erro laboratorial", contrariando a tese dos leões de que houve um erro de testagem.

"Os testes efetuados pela Unilabs Portugal são executados com os mais elevados padrões de qualidade internacional, sendo o nosso laboratório em Portugal uma das referências a nível Europeu, fazendo testes em Portugal para vários países europeus. O processo utilizado, RT-PCR, possui marcação CE-IVD, aprovação FDA e pesquisa os genes Rd, Rp e N do vírus, exclusivas do SARS-COV-2. A metodologia é avaliada por controlo interno da amostra, controlo positivo e controlo negativo, como forma de controlar a qualidade do processo. Regularmente o laboratório realiza testes de controlo de qualidade externa promovidos pelo Instituto Ricardo Jorge (INSA) e pelo INSTAND (Alemanha) obtendo sempre a classificação máxima", começou por esclarecer fonte oficial da UNILABS a Record.

"No caso trazido a público pelo Sporting Clube de Portugal, mantemos que não houve qualquer erro laboratorial nas amostras processadas pela Unilabs Portugal, que tem vindo a trabalhar com o SCP há vários meses. Recordamos que os falsos positivos, bem como os falsos negativos, são uma realidade estatística decorrente da sensibilidade e especificidade inerente aos testes", reforçaram, admitindo que "os falsos positivos são raros e esporádicos, mas mais frequentes em indivíduos alvo de testagem regular".

"Um resultado que possa ser considerado com um falso positivo não é um erro laboratorial é uma decisão clínica, que envolve diversas variáveis e informação médica para lá dos resultados laboratoriais", acrescentaram.

"A Unilabs Portugal continuará a colaborar com as autoridades de saúde e com os seus parceiros em todas as áreas, para ajudar a clarificar estas situações, em que a testagem é uma das armas mais importantes para controlar a pandemia e quebrar as cadeias de transmissão. Adicionalmente, reforçaremos todo o trabalho técnico e científico que temos mantido e que iremos intensificar neste período mais crítico", remataram.

Por Ricardo Granada
60
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.