Record

Varandas com apoios de classe

Eduardo Barroso e Daniel Sampaio figuram em lista que tem Jesus, Hugo Viana e até Slimani

Dois dos mais conhecidos apoiantes de Bruno de Carvalho durante o seu primeiro mandato fazem, agora, parte da Comissão de Honra de Frederico Varandas. Como o candidato, Eduardo Barroso e Daniel Sampaio elogiam os primeiros quatro anos de BdC e não se envergonham desse legado, pelo contrário.

"Tenho orgulho de ter apoiado Bruno de Carvalho quando ele mereceu", diz a Record Eduardo Barroso, que recusou fazer parte da atual Comissão de Gestão (e seria o sócio mais antigo da mesma), não escondendo a mágoa com BdC. "É ofensivo e imerecido ter sido colocado no mesmo plano de ‘Severinos’, ‘Vítores’, ‘Seixas’ e muitos outros", lamenta.

Daniel Sampaio foi, inclusive, mandatário da recandidatura de Bruno. "E não me arrependo um segundo de o ter feito", deixa claro, quando questionado pelo nosso jornal. No último ano, porém, as circunstâncias alteraram-se, ao ponto de tudo ter terminado com a destituição do Conselho Diretivo. "Particularmente depois dos 90% nas eleições e ainda mais depois da assembleia em que teve 87% enveredou por uma liderança que eu não podia continuar a apoiar. Mas não ponho em causa o excelente trabalho que fez durante 4 anos", conclui.

Escolha certa

Eduardo Barroso e Daniel Sampaio partilham com Frederico Varandas a prática de medicina. O apoio ao antigo diretor clínico é uma questão de classe, sim, mas não apenas pela profissão propriamente dita, já que Comissão de Honra integra figuras tão díspares como Jorge Jesus ou César Mourão, Hugo Viana ou Daniel Oliveira, Slimani ou Pedro Boucherie Mendes.

Daniel Sampaio enumera os argumentos que o levaram a aceitar o convite de Varandas. "Porque o conheço bem e é uma pessoa que respeito . Tem capacidade de liderança e experiência. Apesar de só ter 38 anos, esteve em vários terrenos em que foi necessário mostrar coragem e determinação. Está próximo dos jogadores. É um espírito independente e pode unir as diversas sensibilidades. É fundamental o Sporting não ser um clube de elite, mas ligado aos sócios", alerta.

Os motivos Eduardo Barroso são semelhantes. "Apoio-o porque sou seu amigo, porque me pediu e, mais importante, porque Frederico Varandas sabe imenso de futebol e de SAD. Representa a garantia do não regresso ao passado. Sei que a esmagadora maioria dos sportinguistas me admira e confia em mim. Espero ajudá-lo a ser o próximo presidente", afirma.
Por Vítor Almeida Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas