Varandas confirma informação de Record: «Bruno Fernandes vai ter o contrato revisto porque o merece»

Presidente do Sporting espera que esta situação sirva de exemplo

• Foto: Paulo Calado

Em entrevista à Sporting TV, Frederico Varandas confirmou a informação adiantada esta quarta-feira por Record, revelando que Bruno Fernandes abdicou dos 5 milhões de euros que teria direito a receber e que irá ver o seu contrato revisto em alta. Uma decisão que o presidente leonino justifica com o facto de entender que este o merece e que espera que sirva de exemplo para o resto do plantel

"Vai ser revisto o seu contrato porque o merece. Merece que sejam revistas as suas condições, até para ser um exemplo para todos os outros. É assim que eu funciona. É uma função sempre de 'win-win'. Se me derem, eu dou. Estamos todos alinhados: empresário, jogador e Sporting", garantiu o presidente leonino.

Na mesma entrevista, Frederico Varandas admitiu que o ataque ao mercado esteve sempre dependente da eventual saída do médio e explicou porquê. "Claro que sim! Eu ia vender o Rapnhina no início do mercado sabendo que podia vir uma Juventus, um Real Madrid, um Atlético Madrid, um Manchester Citu bater 70 ou 80 milhões pelo Bruno Fernandes? Ia correr o risco de perder os dois jogadores? O Sporting não pode recusar uma proposta de 80 milhões por isso aguentei até quarta-feira passada, a última semana, e fui para o Mónaco onde estavam todos os responsáveis desportivos destes grandes clubes, e percebi que o Bruno Fernandes não ia ser vendido, e com quatro dias para fechar o mercado decidimos manter o Bruno Fernandes e passar a outro plano que era vender o Raphinha. Eu não queria perder dois titulares indiscutíveis e acabámos por perder Raphinha, um jovem jogador que não é internacional e foi vendido por 21 milhões de euros, um número interessante, mas mais interessante ainda, é que perguntando a 100 sportinguistas os 100 diriam que preferiam manter o Bruno Fernandes. Os experts que falam do timing está aqui a explicação, o Sporting não é irresponsável. O meu objetivo não é só manter rigor financeiro, é manter o rigor financeiro e competitividade desportiva", explicou.

Bruno Fernandes e as palavras da continuidade?

"Vi-as sem surpresa. Eu conheço-o enquanto jogador e médico. A relação mudou e ele hoje é jogador e capitão e eu presidente. Ele demonstrou que não é só um jogador mas também um grande profissional e capitão. Eu levo 11/12 de janelas de transferências e sei o que isto mexe na cabeça dos jogadores. A dignidade e o exemplo, a responsabilidade que o Bruno Fernandes sempre manteve é exemplar. Mas também conta muito a relação com os jogadores, e depois de ter recusado a proposta do Tottenham, no dia seguinte, vim à Academia explicar-lhe porque recusei a proposta e dizer-lhe que tinha de ficar aqui até ao final do mercado caso não surgisse outra proposta. Ele compreendeu perfeitamente, isto não implica que ele desista dos seus sonhos, eu quero jogdores com ambição de ir para a Premier Legue, que queiram ganhar a Champions e queiram ir para o Real Madrid. Eu quero isso, mas o Bruno também percebeu que o valor que davam ao Sporting não era um valor justo, e eu isso, por melhor relação que tenha com um treinador ou jogador, nunca vou por essa relação à frente dos interesses do Sporting", garantiu.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.