Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Varandas: «Não saltei a meio porque Dias Ferreira e todos os sócios mereciam um título»

Refuta acusação de abandono do plantel e diz que foi "o único" a combater Bruno de Carvalho

• Foto: David Martins
Frederico Varandas rejeitou a acusação de Dias Ferreira sobre ter abandonado o plantel ao demitir-se, sugerindo ao outro candidato à presidência que pergunte a Jorge Jesus sobre a sua importância no balneário.

"Eu, mais do que Dias Ferreira alguma vez saberá, sei o que se passou. Segundo: não abandonei o treinador nem o grupo. Eles mereciam acabar a época com um título. Terminado o último jogo, era um comboio sem governo. Eu saí da carruagem onde estava e tentei passar para a casa das máquinas para assumir o controlo e não bater de frente contra o muro. Era funcionário e sofria muito a ver o que estava a ver. Saltei da carruagem, mas não a meio. Porque achei que o Dr. Dias Ferreira e todos os sócios mereciam acabar a época com um título. Pergunte a Jorge Jesus e aos jogadores a importância que tive naquelas duas semanas, aguentei o barco, não foi fácil", referiu no mini-debate entre ambos na SIC Notícias

O antigo médico dos leões explicou ainda que foi "o único" que se apresentou contra o agora ex-presidente Bruno de Carvalho: "Eu dei a cara contra Bruno de Carvalho, fui o único. Fui o único que fui àquela AG como candidato. Não sabe o que eu passei. Defendi os jogadores e os interesses do Sporting. Tinha receio que rescindissem porque sabia a realidade. Houve uma pessoa que teve a coragem de dar a cara e outros apareceram quando Bruno de Carvalho já não existia. Dias Ferreira é daqueles que acham que lutam contra uma ditadura ficando à espera que venha a democracia".
Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M