Record

Vítor Ferreira: «Bruno de Carvalho queria pagar 15 mil euros por mês às claques»

Revelação do antigo vice-presidente do Sporting à TVI 24

Vítor Ferreira, vice-presidente do Sporting durante o primeiro mandato de Bruno de Carvalho, revelou à TVI 24 que o antigo presidente leonino queria dar 15 mil euros por mês às claques verdes e brancas. O ex-dirigente revelou que não ficou surpreendido com a detenção de Bruno de Carvalho.

"Rigorosamente nada. Conhecendo eu a pessoa que é o ex-presidente do Sporting, não acredito que uma claque tivesse iniciativa própria de fazer o que fez. Ele comandava tudo no clube, até a claque. Ele subsidiava a claque que dependia dele. Não acredito que nenhum indivíduo da claque tivesse a ousadia de ter a iniciativa deste ato criminoso. Tinha de estar escudado em alguém com mais poder. E quem é que podia ser esse alguém? Estou a fazer uma conjetura normal, não estou a acusar ninguém, mas é a conclusão a que uma pessoa normal chega", começou por dizer, antes de se alongar.

"Tive logo duas questões iniciais com Bruno de Carvalho: uma foi por causa das claques, outra foi por causa do caso Cissé. Eu estava contra o que ele queria fazer. No caso das claques, ele queria pagar 15 mil euros por mês às claques. Eu achava que se devia pagar às claques mediante fatura consoante as despesas que elas efetuassem para ter tarjas, etc. Ele achou que devia subsidiar a claque com 15 mil euros. Quando eu disse isto, numa altura em que íamos ter uma reunião com as claques, ele dispensou-me dessa reunião e foi sozinho. No caso Cissé, achei que era um absurdo contratar aquele jogador numa altura em que não tínhamos dinheiro, nem para o papel higiénico", referiu.

A irmã, o advogado, os adeptos e muita polícia: o aparato em dia que Bruno de Carvalho é ouvido
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sporting

Notícias

Notícias Mais Vistas