Gilberto Coimbra paga indemnização por agressão

Presidente dos beirões admitiu em tribunal ter agredido Vítor Ramos e apresentou pedido de desculpas

• Foto: José Reis/Movephoto

Gilberto Coimbra, presidente do Tondela, admitiu em tribunal ter agredido fisicamente Vítor Ramos, apresentou o pedido de desculpas perante o juiz e vai pagar uma indemnização à vítima. Ambas as partes chegaram a este acordo na manhã desta quinta-feira.

O caso remonta a setembro de 2018, quando uma discussão entre o então diretor de comunicação do clube e o presidente da direção terminou com uma agressão de Coimbra a Ramos, tendo este último apresentado de imediato a demissão ao fim de seis anos a exercer aquela função no emblema auriverde.

Vítor Ramos avançou com ação judicial contra Gilberto Coimbra, que veio a ser acusado pelo Ministério Público de ofensa à integridade física na forma simples e sujeito a medida de coação de termo de identidade e residência.

Perante o referido acordo alcançado, o juiz deu o caso por concluído.

Por André Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Tondela

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.