Pepa: «Jogo muito sofrido até ao último segundo»

Treinador do Tondela comenta vitória diante do Boavista

• Foto: Lusa

O Tondela conquistou três importantes pontos esta sexta-feira na receção ao Boavista, num jogo em que o VAR foi chamado a intervir algumas vezes. No final da partida, o treinador da formação beirã, Pepa, analisou o encontro, que ficou decidido com um autogolo de Sparagna.

"As equipas quando estão um pouco ansiosas ou com aquela necessidade grande de pontos, por vezes, cometem erros de uma forma inconsciente, recuando quando se apanham a ganhar cedo, mas não foi o caso. Queríamos fazer o segundo rapidamente, tivemos dois golos anulados - tenho de aceitar essa decisão do Artur [Soares Dias], que é só um dos melhores árbitros do mundo -, mas, independentemente disso, para esses golos aparecerem é porque nós criámos essas oportunidades. Tivemos a bola na barra, do Tomané, e outras oportunidades de golo, sendo que o Boavista também teve, pelo menos duas, uma na primeira parte e uma na segunda.  Controlámos mal a profundidade, mas nunca baixamos a guarda, tentámos sempre procurar o segundo golo", afirmou Pepa.

"Não conseguimos matar o jogo, o Boavista acreditou até ao fim, como é seu apanágio também e, por isso, é que foi um jogo muito sofrido até ao último segundo, mas o triunfo é mais do que merecido pelo jogo todo", referiu, deixando também uma palavra aos muitos adeptos que se descolaram ao Bessa.

"(O estádio estar quase cheio) ajuda, ajuda sempre, por isso é que tenho sido repetitivo nesse pedido de apoio e ajuda, porque estamos numa altura muito importante do campeonato, com muito equilíbrio, com qualquer equipa a poder ganhar em qualquer lado e com os pontos a serem disputados até ao último minuto, segundo, até ao árbitro apitar", referiu
 
Quanto ao que falta ainda jogar, Pepa tem o caminho bem traçado.

"Se assinava já seis pontos? Assinava, claro, mas não abdicava dos jogos fora. O nosso foco é ganhar na Madeira e acreditamos que é possível. Sabemos da dificuldade que vamos encontrar, mas acreditamos a 100% que é possível trazer os três pontos da Madeira [frente ao Marítimo]", afirmou. 

"Agora, é recuperar bem os jogadores, que têm sido alvo de um desgaste tremendo, preparar uma boa estratégia, descansar bem, recuperar bem e ir com tudo para a Madeira, porque queremos muito os três pontos".

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Tondela

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.