Pepa: «Não podemos dar 45 minutos de avanço»

Técnico refere que a equipa esteve "apática" e isso "paga-se caro"

Pepa não gostou do desempenho do Tondela na primeira metade do jogo frente ao Portimonense, que perdeu por 2-0, e conta que ao intervalo pediu aos jogadores que tudo fizessem para sair de cabeça erguida.

"As primeiras palavras são para o senhor João Alfarroba [antigo roupeiro do Portimonense, falecido durante a semana], que era uma pessoa querida nesta casa. Deixo essa palavra de sentimento.

Em relação ao jogo, sem tirar mérito ao Portimonense, porque a vitória é justa - estava à espera deste Portimonense, com uma qualidade individual muito acima da média e um treinador com muita experiência -, o que não pode acontecer é darmos 45 minutos de avanço, como fizemos na primeira parte.

Não fomos iguais a nós próprios. Na segunda parte, a perder por 1-0, sabíamos que pior que aquilo era impossível, não era aquela a nossa imagem. Fui bem explícito com os jogadores ao intervalo, dizendo-lhes que podíamos perder, mas tínhamos de sair de cabeça erguida. A equipa esteve completamente diferente na segunda parte, com três oportunidades claras, em que o Ricardo Ferreira faz três boas defesas e acabamos por sofrer um golo quando temos um jogador a menos, que está três ou quatro minutos fora do campo a receber assistência.

Custa muito por ter sido desta forma, mas temos de olhar para nós. Sabemos que podemos fazer isto que fizemos na segunda parte, mas durante 90 minutos. Temos de reagir rápido, mas, independentemente dos pontos, a mágoa que sai daqui é que custaram muito esses 45 minutos. Fomos apáticos e isso paga-se caro quando do outro lado há uma equipa com esta qualidade, que acabou por ser eficaz nas oportunidades que teve."

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Tondela

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.