Júlio Vieira de Castro critica intenções da SAD

Não está de acordo com as medidas que vão a votação na assembleia geral extraordinária

• Foto: Simão Filho
PUB

Júlio Vieira de Castro, candidato derrotado nas últimas eleições, não está de acordo com as medidas que vão a votação na assembleia geral extraordinária de depois de amanhã, onde será discutida a entrada de investimento na SAD. "O processo de auscultação pelos associados quanto à necessidade de alteração dos estatutos da SAD, por forma a permitir que o clube abdique do seu direito de veto quanto à nomeação dos administradores da SAD eleitos em AG, está ferido de morte desde o início. (...) O que aqui está em causa é demasiado importante para ser tratado com esta leviandade. (...) O que está em causa é o fim do Vitória tal qual o conhecemos e tal qual o herdámos dos nossos avós", referiu Vieira de Castro, numa nota enviada às redações.

Ao nosso jornal, fonte oficial do V. Guimarães considerou as declarações uma "tentativa clara de desinformar, criar alarido sobre propostas fundamentadas e que será o resquício de uma luta eleitoral que já terminou".

Deixe o seu comentário
PUB