André André: «Vamos estar confiantes»

Capitão vimaranense refere ainda que os jogadores estão "muito ansiosos"

• Foto: Luís Vieira/Movephoto

André André falou esta manhã aos jornalistas, dando conta de que, seja quando for que a competição regresse, o plantel do V. Guimarães vai estar "confiante", pois vem de uma sequência de três vitórias consevutivas.

"Depois de três vitórias vínhamos a ganhar confiança, a melhorar e o campeonato teve de parar. Quando o futebol voltar, vamos estar confiantes porque é sempre melhor trabalhar em cima de vitórias, a confiança vai manter-se, estamos a melhor o nosso futebol. Quando se ganha, tudo é diferente", afirmou o capitão dos vimaranenses numa conversa por videochamada a partir de sua casa.

Sobre o isolamento que tem marcado os últimos tempos, o médio aborda a estranheza que a situação provoca, embora agora haja mais tempo para a família. "É um bocado estranho, mas temos de aproveitar, aproveitamos tempo com a família, o que muitas vezes não temos, e tentamos passar o tempo da melhor maneira. Treinar em casa não tem nada a ver com o campo, mas temos de estar preparados para tudo. 

No que se refere ao lado psicológico, André André reconhece muita ansiedade entre o grupo de trabalho. "Estamos muito ansiosos, nunca estivemos tanto tempo parados. Jogando em junho, julho ou agosto, o nosso interesse tem de ser em querer jogar e querer ganhar. Claro que todos nós queríamos acabar o campeonato de uma forma normal, não sabemos o que isto vai dar, mas o essencial é a nossa saúde. Quando voltarmos, vamos saber o que dizer e o que fazer. Isto é a nossa vida", acentuou.
 
Já em relação ao plano mais pessoal, o camisola 11 do Vitória vê esta paragem chegar depois de ter voltado à melhor forma, deixando para trás um calvário de 9 meses a recuperar de uma grave lesão. O capitão demonstrou como pode ser um estímulo para o restante plantel.

"Se eles quiserem um exemplo, podem aproveitar o meu. Temos de ter muita força, muita determinação, ninguém quer passar por isto. É muito ingrato. Foram até agora poucos jogos e poucos treinos... No regresso vou estar com tudo na mesma, isso é uma garantia! Se eu vir um colega a correr, eu nã posso parar e vai-se criando essa dinâmica de querer ganhar, mas não vou ser eu o salvador", sublinhou ainda.

Por Ruben Tavares
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.