Ausência de Rafael Miranda faz mossa

Rendimento cai sem a presença do brasileiro

• Foto: Move Notícias

Quem o viu e quem o... deixou de ver. Rafael Miranda regressou este verão a Portugal e cedo se percebeu a importância que tinha no bom funcionamento do meio-campo do Vitória. Apesar dos 32 anos, apresentou-se em grande forma e foi titular em nove das dez primeiras jornadas do campeonato, formando com João Pedro uma das duplas de médios mais regulares da Liga NOS. Porém, os problemas chegaram no início de novembro e, de então para cá, apenas foi utilizado em dois jogos (com o Boavista para a Taça de Portugal e em Arouca para o campeonato). Está, portanto, sem competir desde o dia 23 de dezembro e ainda não deve regressar com o FC Porto, isto apesar de estar clinicamente apto. O problema é que Rafael Miranda continua a queixar-se de dores e, por isso, mantém-se afastado das opções de Pedro Martins.

O que é certo é que o Vitória sente (e muito) a ausência do experiente médio, sobretudo agora que João Pedro também partiu. Com o brasileiro em campo, os minhotos somam oito vitórias, um empate e duas derrotas em 11 jogos realizados; sem ele, o registo é de sete triunfos, cinco empates e quatro derrotas em 16 partidas. A diferença é evidente e que jeito daria um Rafael Miranda em forma para a reta final do campeonato.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.