Bino Maçães: «A Europa ainda é possível e é com essa determinação que estamos aqui»

Técnico acredita na concretização dos objetivos e aponta aos jogos que faltam com ambição total

Bino Maçães falou pela primeira vez como novo treinador do Vitória, esta quinta-feira. Em antevisão ao jogo com o Portimonense, o sucessor de João Henriques no comando técnico falou um pouco de tudo: dos objetivos, da semana de trabalho e do jogo propriamente dito.

Se achava que estaria agora na equipa A: "Não perspectiva nesta altura fazer parte da equipa A, até porque estava envolvido no projeto da formação. E o Vitória tem um percurso a esse nível muito importante. Estava satisfeito com o que estávamos a fazer e a produzir e por isso as coisas surgem com naturalidade. Infelizmente, chegou nesta fase da época, porque algo não está bem, os resultados não estavam a aparecer. Era preciso uma dinâmica e abraço este convite com toda a ambição de fazermos as coisas bem e para invertermos esta situação."

Que tecto foi pedido: "O tecto são eu que o estabeleço. Há objectivos, vocês sabem quais são, mas o mais importante para mim nesta fase é que os jogadores voltem a readquirir a confiança para podermos voltar às boas exibições e aos bons resultados. É isso que se espera de um clube como o Vitória. A fase não é boa, mas vi um grande envolvimento de todos para irmos atrás dos resultados."

Europa: "Nem pensamos nisso. Pensamos no imediato. A Europa é possível e é com essa a determinação que estamos aqui, de atingir os objectivos que foram propostos. Estão ao alcance. É so os jogadores acreditarem. Já fizeram as coisas bens várias vezes esta época. Muitas vezes os maus resultados podem deitar animicamente a equipa baixo, mas estamos aqui no sentido de podermos inverter isso e de darmos essa moral. Para fazermos o que fazemos com alegria. É isso que está a faltar."

Trabalho no lado mental:  "O lado mental é fundamental e tive esse cuidado. É fundamental os jogadores conhecerem o treinador, saberem as suas ideias. Eu estou aqui há 16 meses, não cheguei agora. Identifico o clube, sei o que os adeptos esperam deste clube e queremos dar a volta. A parte anímica é fundamental e depois sim, não vou abrir o jogo totalmente, mas cada treinador tem a sua ideia. Eu tenho a minha bem definida, tentei passá-la e iremos mudar uma ou outra coisa. Espero que os jogadores consigam pôr em pratica o que trabalhámos durante a semana, mas para isso é preciso confiarem neles próprios e mostrarem que são capazes."

Portimonense: Esperamos um Portimonense muito moralizado, depois do último resultado e da boa exibição. Uma equipa bem consolidada, muito identificada com as ideias do seu treinador. Espero um jogo difícil, como serão todos os que faltam. O mais importante é sabermos o que temos que fazer. Foi visto e revisto o que o Portimonense tem feito. Há um foco fundamental sobre o que queremos fazer. O mais importante é os jogadores do Vitória saberem o que tem de fazer, respeitando o Portimonense. Mas espero uma excelente resposta para podermos ganhar o embalo preciso."

3-4-3: Não é o sistema que é o mais importante, o importante é o que conseguem pôr em prática. Jogando de uma forma ou de outra, o Vitória vai apresentar-se forte à procura de vencer. Apesar dos 4 dias, temos jogadores inteligentes com vontade de jogar. Quando entra um treinador novo a motivação é intrínseca. A mim agrada-me contar com toda a gente. Agora é chegar ao jogo e pôr em prática. A minha ideia é a minha ideia, não tem a ver com a de outros treinadores."

Jogos passados do Vitória: "Quanto ao passado, ao que o Vitória estava a jogar, já não se põe. É um ciclo e vamos na procura pela vitória, para que o Vitória possa consolidar-se como uma equipa europeia."

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.