Bruno Gaspar em alta rotação

Já leva 25 jogos consecutivos a titular

• Foto: Luís Vieira

O dia 11 de maio de 2015 vai ficar para sempre na memória de Bruno Gaspar. E não pelos melhores motivos. Num jogo em casa do Nacional, o lateral fraturou o perónio e viu-se obrigado a parar durante vários meses. Um longo calvário que terminou apenas no final de agosto, altura em que voltou aos relvados para atuar num jogo da equipa B. Como se apresentou a bom nível, o regresso à formação principal não se fez esperar. Cinco dias depois, quis o destino que o seu regresso à titularidade na equipa principal acontecesse na Madeira. Atuou os 90 minutos frente ao União local e, de então para cá, não mais voltou a ter descanso. São já 25 jogos realizados de forma consecutiva. Sempre a titular e sempre a participar nos 90 minutos. Sem recaídas, sem castigos e sem poupanças.

Estes números impressionam, sobretudo se tivermos em conta que Bruno Gaspar foi obrigado a lidar com uma lesão grave e que, normalmente, deixa marcas nos jogadores. Apesar da regularidade que vem apresentando, passou por altos e baixos ao longo destes muitos meses em alta rotação. Mas as dores e o cansaço acumulado não o fizeram abrandar, até porque teve em Sérgio Conceição um treinador que o ‘obrigou’ a não relaxar e lhe mostrou que contava (e de que maneira) com ele.

A importância de Bruno Gaspar na estratégia do Vitória é tal que foi o único jogador que ainda não se sentou no banco de suplentes com Sérgio Conceição. É que nem nos jogos da Taça de Portugal e da Taça da Liga o lateral foi poupado pelo treinador...

Por José Miguel Machado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.