Eleições no Vitória: Júlio Mendes pede o que não teve para o futuro

Atual presidente já votou e mostrou-se disponível a ajudar o seu sucessor

• Foto:  José Gageiro / Movephoto

Júlio Mendes já exerceu o seu direito de voto, num ato eleitoral de onde sairá o seu sucessor. O ainda presidente do Vitória vai terminar nos próximos dias uma aventura que durou sete anos e garantiu que sairá de consciência tranquila. "Não é uma despedida, ainda há responsabilidades para cumprir. Estarei sempre presente para ajudar o Vitória. Saio, juntamente com a minha equipa, de consciência tranquila. Quem entrar vai encontrar um Vitória muito mais forte do que há sete anos", considerou o líder demissionário.

Sobre este ato eleitoral, fica um desejo. "Espero que a afluência seja enorme, que se ultrapasse o recorde de votantes das últimas eleições. É mais uma afirmação da grandiosidade do clube", começou por dizer Júlio Mendes, deixando um apelo à união dos sócios em torno do próximo presidente: "Vou continuar a contribuir com o que estiver ao meu alcance. Mas não quero fazer o que me fizeram a mim. Podem contar comigo sempre para ajudar à estabilidade do clube, nunca o contrário. Quem ganhar hoje será o meu presidente, será o presidente de todos os vitorianos. Quem perder tem de se unir à volta do Vitória."

Por José Miguel Machado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.