Esforços variados foram insuficientes

Painéis fotovoltaicos estiveram em ação mas sem o sucesso desejado

Foi com alguma estranheza que, a uma hora do início da partida, se começou a perceber que o problema do gelo na parte sul do relvado poderia ainda não estar totalmente resolvido. Isto apesar de todos os trabalhos que vinham sendo feitos desde as horas que antecederam as 18 de sábado, altura em que se deveria ter realizado o encontro entre Vitória e Farense.

As informações recolhidas apontam para um esforço intensivo e ininterrupto por parte do Vitória e da empresa responsável pela manutenção do relvado, algo que melhorou de forma substancial as condições do terreno de jogo. O problema é que subsistiu uma camada de gelo abaixo da relva, que foi impossível de derreter em tempo útil mesmo com todas as ferramentas utilizadas, desde água quente, aos painéis fotovoltaicos que estiveram colocados desde sábado até cerca das 17h30 de ontem. Nada funcionou.

Calendário aperta

O motivo de o jogo ser adiado para 17 de fevereiro prende-se com dois fatores: não havia garantia de que hoje estivessem reunidas condições para se jogar e o Vitória tem o jogo em atraso com o Nacional agendado para esta quinta-feira.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.