Espírito de final motiva assalto à Choupana

Desaires consecutivos frente a Académica e Paços de Ferreira comprometeram as aspirações europeias

• Foto: Simão Freitas

Os desaires consecutivos frente a Académica e Paços de Ferreira comprometeram as aspirações europeias do Vitória e levaram o central Pedro Henrique a reconhecer, em nome do grupo, a importância estratégica que a deslocação ao Nacional representa, não só na perspetiva de manter a qualificação para a Liga Europa no horizonte, como de impedir os madeirenses de recuperar terreno nessa luta.

"É uma final", começou por referir, sem problemas em admitir que "é obrigatório voltar ao caminho das vitórias". "Sabemos que será um encontro muito difícil, porque na Madeira o Nacional só perdeu com os quatro primeiros classificados, mas sabemos da nossa qualidade, temos noção da nossa força e vamos jogar com a esperança de conseguir fazer uma grande exibição para podermos regressar com o triunfo", salientou.

"Estes dois resultados negativos não foram bons, mas se formos agressivos, fortes e compactos estamos confiantes em conseguir um bom resultado", acrescentou ainda Pedro Henrique, salientando, de resto, que a distância de 5 pontos para o 5º lugar não se traduz em mais pressão para o balneário: "O mais importante é vencer na Madeira. Temos de fazer o nosso melhor para pontuar. Depois faremos as contas..." 

Por Bruno Freitas
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.