Frederico Venâncio: «É desgastante estar sempre a ouvir notícias tristes»

Jogador do Vitória reforça que tenta manter o foco no treino e "aproveitar tempo com a família"

Frederico Venâncio esteve esta manhã à conversa com os jornalistas através de videoconferência. O defesa-central do Vitória começou por revelar como tem sido a adaptação a esta situação inédita na sua vida, revelando que o ideal é manter o foco no treino para desviar a atenção das "notícias tristes"

- Como tem sido a adaptação a este a novos dias, com os treinos em casa?
"Estamos todos a viver uma situação inédita. Tentamos adaptar-nos a uma experiência nova. Temos de manter o nosso foco, o nosso profissionalismo, continuando a treinar para ter alguma condição física. Temos de estar preparados."

- Tem acompanhado as notícias, ou prefere passar um pouco ao lado e manter o foco no treino?
 "Tento acompanhar quanto baste, digamos assim. Não quero estar o dia todo a acompanhar, porque é desgastante mentalmente. Estar sempre a ouvir notícias tristes. Vamos esperar que em breve as coisas possam começar a melhorar. Tento desligar-me um pouco para aproveitar o meu tempo com a família e não lhes passar excessiva informação. É importante abstrair-nos um pouco do ponto de vista mental."

- Ao nível do treino, tem sentido dificuldades para se adaptar?
"Não. Foram-nos dados planos individuais, mas agora temos feito treinos todos juntos, aproveitando plataformas que nos permitem isso. Com o que temos tentamos adaptar-nos. Tem havido um esforço do clube para nos dar o equipamento necessário para que consigamos fazer alguns treinos, especialmente na parte cardiovascular. A única coisa que falta, aquilo que o jogador sente necessidade, é o contacto com a relva, com o campo. Nesse aspeto vai ser um bocado difícil, mas no resto, com o pouco que temos, dá para fazer muito trabalho. Acima de tudo, tem de haver esforço dos jogadores. Temos estado a trabalhar bem."

- Têm abordado esta questão da pandemia Covid-19 entre os jogadores. É assunto nas vossas conversas?
"Normalmente, durante os treinos não falamos. Queremos continuar com aquele ritmo que tínhamos no decorrer da época, com o convívio que existe no balneário e campo. Um registo feliz. Tentamos não nos focar no que está a acontecer, aproveitando o momento para matar saudades uns dos outros e para ir falando de outras coisas. Entramos um pouco na brincadeira, como no balneário."

Por António Mendes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.