Hurtado realça honra de capitão

Peruano escolheu o jogo em que envergou a braçadeira como o mais marcante da temporada

A relação entre Hurtado e os adeptos do Vitória nem sempre foi a melhor, mas o peruano parece empenhado em deixar as coisas más para trás. Numa entrevista à imprensa peruana, o camisola 16 fez um balanço da época e não hesitou em escolher como momento mais marcante da temporada o jogo em que envergou a braçadeira de capitão pela primeira vez. Aconteceu no dia 23 de outubro de 2017, na receção ao Portimonense, num encontro que acabou empatado a três.

"O treinador decidiu dar-me essa oportunidade e eu assumi o desafio com grande orgulho. É um privilégio para mim, uma responsabilidade que gosto de ter. Sei o peso que tem e tentei sempre corresponder com o máximo de empenho. Foi a primeira vez que fui capitão e foi com grande alegria que o fiz", sublinhou Hurtado, acrescentando: "Só posso agradecer por me terem dado a oportunidade de ser capitão num clube como o Vitória. Encarei a oportunidade com grande responsabilidade e felicidade."

O internacional peruano, de 27 anos, realizou a temporada mais profícua da carreira, com 15 golos marcados em 33 jogos realizados com a camisola do Vitória. "Foi o meu melhor ano, sem dúvida alguma. Por isso só posso estar contente com o trabalho que realizei e confiante no que aí vem", frisou Hurtado, que já leva duas épocas e meia a representar o emblema vimaranense.

Por José Miguel Machado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas