Ivo Vieira após a Allianz Cup: «Temos de perceber que o caminho é para a frente»

Técnico quer a equipa focada no próximo objetivo, que é o campeonato e o jogo com o Rio Ave

• Foto: Lusa

O desaire na meia-final da Allianz Cup é passado e Ivo Vieira quer o V. Guimarães focado no campeonato e no jogo com o Rio Ave (amanhã, às 18h15). O técnico não espera facilidades por parte da formação treinada por Carlos Cavalhal, mas o objetivo dos vitorianos são os três pontos.

Que Vitória teremos agora, apenas com o campeonato pela frente?
"É fundamental somar estes três pontos, essa é a prioridade. É bom que se jogue bem, que se domine o jogo, mas o fundamental é acrescentar três pontos. É uma equipa competitiva, que também gosta de ter bola. Temos de estar muito concentrados e organizados para lutar pelos três pontos."

Que dificuldades pode criar o Rio Ave?
"O Rio Ave conseguiu ir duas vezes à Europa nos últimos quatro anos, tem feito campeonatos muito bons e está na luta por um espaço de aceso à Liga Europa. Temos de lutar pelo nosso desejo e vontade. O Rio Ave vai oferecer-nos dificuldades, não só pelo historial, mas pela sua capacidade. É uma equipa que cria muitas dificuldades aos adversários, temos de tirar bola ao Rio Ave para podermos somar os três pontos."

Como está o grupo depois de falhar o acesso à final da Taça da Liga?
"É natural que quando se está numa situação em que se pode conquistar algo e não se consegue que o grupo fique triste, com alguma frustração. Mas, também sabíamos da dificuldade do jogo. Lutamos para para conseguir esse objetivo, tudo fizemos para concretizar essa meta. Temos de virar baterias para o campeonato. Só temos o campeonato para nos focar, para somar aos pontos que desejamos na segunda volta."

Será mais fácil preparar estrategicamente cada jogo daqui para a frente?
"Para este jogo o espaço não foi assim tão amplo o tempo de preparação, mas no futuro acredito que possa haver mais espaço e tempo para preparar alguns aspectos em que a equipa pode crescer mais. Não me vou queixar da falta de tempo, porque para estar a este nível temos de nos preparar para jogar em pouco espaço de tempo. Estou já seis/sete meses no Vitória e tive tempo suficiente para passar a minha ideia. Mas, jogando domingo a domingo haverá mais espaço, de forma natural."

Como levantar a moral dos jogadores após a derrota com o FC Porto?
"O jogo ficou para trás... se deixa sequelas ou não... Temos de perceber que o caminho é para a frente. Se a equipa não tivesse discutido o jogo, se não tivesse a bola e só defendesse estaria preocupado. Quando se vê uma equipa com mérito, que discute o jogo, esperamos que a equipa possa estar motivada para conseguir melhores resultados. Essa responsabilidade tem de estar em mim."

Como olha para o objetivo da época. Há algum risco, desafio ou motivação?
"É uma questão pertinente que só pode ter resposta no fim da época. Não podemos estar a fazer suposições. O que se põe neste momento é o objetivo de ficar na parte de cima da tabela."

Mercado em aberto. Ainda espera mais reforços?
"Acabou de chegar um atleta, mais um jovem para tentarmos rentabilizar. Já perceberam a direção que o Vitória está a tomar, porque precisa de fazer receitas. O destino do clube passa por esta ideia, tenho de respeitar e me adaptar, procurando rentabilizar os jogadores o mais possível. Até ao dia 31 está sempre aberto, não posso estar a comprometer-me com entradas ou saídas. Está tudo em aberto."

Ataque é o setor mais carente, ou a afirmação do João Pedro pode levar a que não entrem mais jogadores?
"Independentemente do sector, o mercado vai continuar aberto até ao dia 31. A promoção do João Pedro é um dos grandes objetivos do Vitória, que quer lançar jovens dos sub-23 e equipa B."

Por Bruno Freitas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.