Após os intermediários que alegadamente agiram a mando do Sporting terem garantido que corromperam João Aurélio para que este facilitasse no Sporting-V. Guimarães (5-0) da 3.ª jornada da época que agora findou, o lateral dos minhotos emitiu um comunicado onde sublinhou ser "completamente inocente".

"Desconheço por completo as razões para as referências ao meu nome. Não conheço, não sei quem são e nunca tive qualquer contacto ou qualquer abordagem por parte desses nomes indicados nas notícias", reagiu o lateral português, de 29 anos, assegurando estar disposto a agir "contra todos aqueles que, por qualquer forma, lançaram ou difundiram falsas insinuações".