João Henriques elogia Pepa: «Tem anos seguidos de grandes trabalhos»

Técnico do Vitória reconhece mérito total no que o P. Ferreira está a fazer

O V. Guimarães joga este domingo uma carta importante com vista às aspirações europeias que tem, visitando o reduto do P. Ferreira, atual quinto classificado do campeonato, com mais três pontos do que os minhotos.


À entrada para a 20.ª jornada, os castores são a equipa sensação da Liga, mas João Henriques não se assume surpreendido.

"Relativamente ao Paços, está a fazer um trabalho extraordinário, com muita competência. O Pepa tem anos seguidos de grandes trabalhos, não é só este. Este tem sido o mais mediático pelos pontos conquistados. O Paços tem 35 pontos conquistados com todo o mérito. É uma equipa organizada, agressiva, pragmática em todos os momentos. As individualidades também estão a ser potenciadas por esse coletivo", referiu o técnico, esperando igualar ou superar a agressividade do Paços em todos os momentos do jogo para sair vitorioso da Capital do Móvel.

"Igualar e superar. Já o fizemos anteriormente, com e sem bola. Não falo na agressividade de fazer mais faltas. É na agressividade positiva dos duelos, na agressividade com bola, de chegar com agressividade à área e ser pragmático para finalizar. Agora, é reconhecido que o Paços tem o mérito que tem de estar onde está muito por essa competência em cada um dos momentos do jogo. É uma equipa com vontade de conquistar a bola rapidamente, sabe pressionar alto, sabe baixar as linhas, sabe ter a bola, sabe nos momentos da bola parada o que tem de fazer ofensiva e defensivamente. É uma equipa que em casa tem sido uma equipa tremendamente competente. Venceu FC Porto, Sp. Braga e apenas perdeu com o Sporting", apontou.

Com pouco tempo de preparação entre o jogo com o Farense e este jogo com o P. Ferreira, João Henriques assume que a margem para trabalhar é pouco, mas garante que os aspetos a corrigir foram efetivamente corrigidos.

"Com este aglomerar de jogos e com este pouco espaço entre eles, há menos tempo, mas há sempre espaço para corrigirmos. O que fizemos entre o jogo do Rio Ave para o jogo do Farnese foi isso. Corrigimos algumas coisas que já não sucederam no jogo com o Farense, não permitimos os desequilíbrios que permitissem muitas transições e isso foi algo que trabalhámos para que não voltasse a acontecer. Deste último jogo até amanhã, preparámos a equipa da melhor forma para defrontarmos o Paços", concluiu.

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.