João Henriques quer V. Guimarães focado na Taça e avisa: «Temos o aviso da época passada»

Treinador em antevisão ao jogo da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal

• Foto: Movephoto

O V. Guimarães defronta este sábado o Arouca, na 3.ª eliminatória da Taça de Portugal (16H30). Consciente da eliminatória complicada, João Henriques afirma que os vimarenenses estão empenhados em fazer um bom jogo, numa competição em que ambiciona chegar longe.

O que espera da eliminatória em Arouca? 
"O Arouca já mostrou que tem uma equipa bem organizada, bem orientada, que vai estar nos primeiros lugares, que não perde em casa desde abril de 2019. Estamos perante uma eliminatória complicada, ainda para mais numa prova de cariz especial, em que as surpresas são férteis. Quem não for competente fica precocemente pelo caminho e não queremos que isso aconteça. Temos o aviso da época passada. Estamos conscientes do peso que esta prova tem para o clube, isso faz com que estejamos muito empenhados em fazer um bom jogo. Estamos muito comprometidos com esta competição, em que o Vitória quer chegar longe."

O que pesa mais: a vontade de voltar a jogar ou a ansiedade de estar estas semanas sem competição?
"Estamos sempre desejosos de competir, por outro lado, contextualizando a minha entrada no clube, conhecer os jogadores num contexto competitivo ao longo de quatro semanas, estas duas semanas foram importantes para consolidar ideias e estabilizar a equipa depois dos primeiros quatro jogos comigo. Foi um misto das duas ideias. Estas duas semanas permitiram dar um passo enorme em frente na consolidação das ideias que queremos apresentar."

Pode depreender-se que não fará muitas mexidas no 11? "Vamos jogar com o 11 que achamos que é o melhor para este jogo. Se o clube estivesse envolvido em várias competições podia fazer gestão, não é o caso. Estamos todos a trabalhar bem, por isso vamos optar pelo melhor 11 para defrontar o Arouca. Cada vez que escolhemos um 11 entendemos que é o ideal para aquele jogo. Esta prova merece-nos todos o respeito, como tal vai entrar a melhor equipa."

As mexidas no movimentos entre jogadores que saíram da equipa A e outros para a equipa B. O porquê do Jhonatan ter sido recuperado para a equipa principal?

"O Vitória tem o privilégio de ter uma equipa sub-23, uma equipa B e uma A num projecto único. Dentro desse projecto único, com a supervisão da Administração, adoptamos o que é melhor para o Vitória e para a valorização de todos os atletas. Temos sempre as portas abertas, há um elevador que dá para subir e descer. A maioria dos jogadores que temos são jovens e têm de ter um quadro que permita a valorização do jogador e da equipa A. Não há uma limitação de jogadores a entrar na equipa A ou a descer da equipa A. Há a oportunidade que se dá aos jogadores para poderem jogar. Se estiverem ou dois ou três meses só a treinar na equipa A pode ser travado o processo de evolução. Se puderem jogar nas equipas B ou sub-23 podem continuar a crescer. Podemos articular as coisas com as três equipas, dando a oportunidade a todos. Os jogadores que ainda não foram à equipa A têm uma janela de oportunidade, a qualquer momento podem ter a oportunidade. É esse quadro que se enquadra o Jhonatan. Jogou dois jogos na equipa B, teve esse oportunidade e para dar a oportunidade a outros jogadores de actuar, como foi o Celton Biai, foi feita esta troca, como muitas outras podem acontecer. A equipa A não tem limitação de jogadores. O plantel da equipa A conta com os jogadores dos B e sub-23, contamos com todos, é este o projecto, concluiu."

Por Bruno Freitas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.