Líder do V. Guimarães critica adeptos do Benfica: «Quando é preciso lançam-se tochas e para-se o jogo»

Miguel Pinto Lisboa deixou reparos na sala de imprensa do D. Afonso Henriques

O presidente do V. Guimarães esteve na sala de imprensa do Estádio D. Afonso Henriques e criticou algumas decisões da equipa de arbitragem na derrota do emblema minhoto frente ao Benfica, mas também a atitude dos adeptos encarnados nas bancadas.

Miguel Pinto Lisboa começou por apontar o dedo à nomeação da "mesma equipa de árbitros e VAR" do duelo da 4.ª jornada entre Sp. Braga e Benfica. "Com tantas opções não me parece razoável a opção do Conselho de Arbitragem…", lamentou o dirigente.

Bruno Lage e as interrupções em Guimarães: «É de lamentar, tanto de um lado como do outro»
O líder vimaranense evidenciou "análise diferente de lances praticados pelos atletas de uma e outra equipa", destacando um "momento importante do jogo" quando, no final da 1.ª parte, o V. Guimarães pediu penálti de Rúben Dias sobre Davidson.

"Penso que já devem ter visto as imagens e se não viram podem pedir-nos, mas deixa a análise sobre o porquê de não ter havido no mínimo uma intervenção do VAR. Não sei se houve ou não comunicação, não sei se houve problemas de comunicação…" atirou o responsável vitoriano.

'Chuva' de tochas provocada por adeptos do Benfica interrompeu o jogo por duas vezes
Miguel Pinto Lisboa ironizou ainda face ao arremesso de tochas que obrigou a interromper o encontro por mais do que uma vez. "Ficou hoje evidente que há descontos de tempo como no basquetebol. Quando é preciso fazer desconto de tempo lançam-se tochas e pára-se o jogo. Analisem o tempo útil. Normalmente as equipas queixam-se que há pouco tempo útil e nós, como equipa grande, também nos queixamos disso", concluiu.

37
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.