Pedro Martins quer manter "dinâmica" de triunfos fora na deslocação a Setúbal

Treinador realça desempenhos nos redutos de Aves e Rio Ave

• Foto: Simão Freitas

O treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, assumiu esta quinta-feira a vontade de alcançar o terceiro triunfo consecutivo fora de portas na Liga NOS, no reduto do Vitória de Setúbal, em jogo da 13.ª jornada.

A turma minhota desloca-se ao Estádio do Bonfim, após ter vencido nos terrenos do Desportivo das Aves, por 3-1, na 10.ª ronda, e do Rio Ave, por 1-0, na 12.ª, e o treinador realçou que o plantel, a seu ver, em crescimento a jogar fora de casa, está pronto para se exibir a "bom nível", perante uma equipa que vai exigir "o máximo empenho e a máxima entrega".

"No ano passado, provámos que éramos muito fortes fora de portas. Já estamos a ganhar essa dinâmica novamente e queremos dar continuidade. É um jogo onde vamos encontrar um Vitória de grau de dificuldade elevadíssima", adiantou, na conferência de imprensa de antevisão ao duelo agendado para as 20:15 de domingo.

O 'timoneiro' desejou que o Vitória de Guimarães transporte a "qualidade tática, o rigor e a agressividade" da partida da ronda anterior, em Vila do Conde, mas demonstre ainda "mais critério", num jogo, com "características diferentes", frente a um adversário que ocupa o 16.º lugar do campeonato, com 10 pontos, e vive um ciclo de quatro derrotas consecutivas.

O clube sadino vive ainda um impasse diretivo, provocado pela demissão de Fernando Oliveira da presidência, a 21 de novembro, depois do chumbo do Relatório e Contas pelos sócios, em duas ocasiões, e do Supremo Tribunal de Justiça ter invalidado o Plano Especial de Revitalização (PER).

Pedro Martins avisou, porém, que os grupos podem tornar-se "ainda mais fortes" nos "momentos de fraqueza" e que a turma sadina, dotada de "jogadores irreverentes", é "bem orientada" pelo treinador José Couceiro e tem "qualidade", a seu ver, exibida nas duas últimas derrotas, com o Benfica, para a Taça de Portugal (2-0) e para a I Liga (6-0).

O treinador vimaranense frisou ainda que o Vitória de Setúbal, a jogar no Bonfim, já derrotou o Sporting de Braga (2-0) e o Marítimo (3-1), tendo apenas perdido o último jogo, com o Desportivo das Aves (1-0), mas, por outro lado, realçou que a semana de preparação para o desafio permitiu a alguns dos seus jogadores suprirem os "défices físicos" acumulados pela sobrecarga de jogos - 22 em quase quatro meses a competir.

"Foi importante recuperar esses atletas para estarem prontos para o próximo jogo. Foi também importante a recuperação a nível físico para alguns atletas que vinham com muitos jogos", disse, confirmando que o defesa Pedro Henrique e o extremo Raphinha estão aptos e o avançado Rafael Martins está em dúvida para domingo.

Questionado ainda sobre um alegado interesse do clube no australiano Anthony Carter, extremo, de 23 anos, que representa o Trofense (Campeonato de Portugal), e marcou quatro golos até agora, nesta época, Pedro Martins desmentiu-o.

O Vitória de Guimarães, sétimo classificado, com 17 pontos, defronta o Vitória de Setúbal, 16.º, com 10, pelas 20:15 de domingo, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, num jogo ainda sem árbitro nomeado.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.