Solução para a direita no Sacko de Luís Castro

Está na calha para ser a grande novidade no Dragão

• Foto: MoveNotícias

Falaye Sacko está na calha para ser a grande novidade do V. Guimarães no Dragão. A lesão de Dodô criou um problema a Luís Castro que, ao que o nosso jornal apurou, não deve seguir a opção que seria mais expectável, por Victor García, preferindo acreditar em Sacko para o onze.

O venezuelano poderá ainda não estar nas melhores condições, ou pelo menos nas que o treinador considera ideais para enfrentar um desafio deste calibre. Nesse sentido, o maliano, de 23 anos, encontra-se na pole position para avançar.

Trata-se, realmente, de uma possibilidade que causa alguma surpresa. Todavia, Sacko já foi chamado a garantir a solidez do flanco direito da defesa nas últimas três jornadas da época passada, tendo acabado a campanha como titular. Todavia, o seu registo global apresentava maior regularidade na 2ª Liga, pela equipa B (22 jogos), do que na formação principal (6 jogos). Um saldo frustrante para um jogador que pretendia assumir-se como sucessor de Bruno Gaspar, mas que acabou secundarizado face a Victor García e João Aurélio.

Contra o Adamastor

Nos últimos 30 jogos oficiais entre as duas equipas, o V. Guimarães só ganhou por uma vez, no Berço, na célebre partida orientada por Rui Barros na transição entre Julen Lopetegui e José Peseiro. Em casa do FC Porto, os vitorianos averbam 21 derrotas em 22 jogos, sendo a exceção um nulo, em 2004/05. A partir daí acumulam-se 13 derrotas oficiais com um saldo negativo de 4-35 em golos. Eis o Adamastor que Luís Castro enfrenta.

Por José Miguel Machado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.