Touré com pouca saída

Ordenado pode ser entrave à saída do jogador

• Foto: Bruno Teixeira Pires

Contratado ainda pela SAD liderada por Júlio Mendes, Blati Touré chegou ao Vitória em junho do ano passado e, de então para cá, nem um jogo oficial para amostra. O médio foi um pedido de Luís Castro, que entretanto rumou ao Shakhtar, e nunca caiu nas boas graças de Ivo Vieira, limitando-se a treinar, sem nunca ter tido qualquer oportunidade na equipa principal ou na B.

Por isso, a sua saída já era expectável no mercado de janeiro e mantém-se assim para o próximo defeso, havendo, contudo, um problema: Blati Touré aufere em Guimarães um ordenado bastante aceitável, sobretudo se tivermos em conta o seu rendimento, pelo que não se adivinha fácil encontrar um clube disposto a oferecer-lhe o mesmo. E, com contrato válido até 2022, o jogador não parece muito interessado em baixar as exigências...

Por José Miguel Machado
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0