Vieira de Castro acusa Júlio Mendes de misturar caso de racismo com as eleições

Em causa as palavras do presidente ao dizer que "não vale tudo"

• Foto: Simão Freitas

Júlio Vieira de Castro, candidato à presidência do V. Guimarães pelo movimento Novo Vitória, mostrou-se esta segunda-feira indignado por entender que Júlio Mendes misturou o ato de racismo que afetou Konan com as eleições no clube. O presidente dos minhotos havia dito à Rádio Santiago que pelo facto de o clube "estar em eleições não vale tudo".

"É absolutamente deplorável que o presidente ainda em funções misture um ato selvático com o ato eleitoral do próximo mês de março", referiu Vieira de Castro em comunicado, falando em "teorias de vitimização, próprias de quem nunca assume responsabilidades pelos seus erros de gestão desportiva".

No entanto, o candidato à presidência saudou o facto de Júlio Mendes ter criticado a arbitragem do encontro no Bessa.

Por Luís Miroto Simões
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de V. Guimarães

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.