Record

Edinho e a mensagem de CR7: «Chamou-me ‘velho carcaça’ e disse que nunca fez póquer em tão pouco tempo»

Os quatro golos ao Aves até palavras do melhor do Mundo mereceram

• Foto: Pedro Ferreira

RECORD - Recebeu muitas mensagens depois do ‘póquer’ ao Aves?

EEDINHO – Sim, do mister Pedro Emanuel, meu treinador na Académica, que sempre esteve ao meu lado nos piores e melhores momentos. O Ronaldo, através do Semedo, também me enviou uma mensagem. Chamou-me ‘velho carcaça’ e disse-me que já fez muitos ‘póquers’ na carreira, mas nunca num tão curto espaço de tempo (risos).

R - Em sua casa há quem lhe queira seguir os passos?

E– (Risos) É verdade, o meu filho Rodrigo. Tem 10 anos e é ponta-de-lança de infantis A no Brito, em Guimarães. Quando começou a jogar, por ser alto, queriam pô-lo a central e ele recusou, dizendo que ia jogar na frente como o pai.

R - Já mostra dotes de goleador?

E– Vai ser um caso sério. Sou viciado em trabalho e o Rodrigo vai ser como eu. É completamente vidrado na bola. Segundo a minha mãe, ontem (anteontem), durante o jogo, estava completamente extasiado. Depois de fazer o quarto golo ele dizia que ainda ia fazer o quinto (risos).

R - O que lhe disse ele depois do póquer de ontem?

E - Estava radiante. Disse-me que no primeiro lance de perigo que criei podia ter dominado bem e feito cinco golos no jogo. Ficou com pena de não ter estado no estádio.

Por Ricardo Lopes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

M