Equipa sadina a duas velocidades

Segunda volta para esquecer

• Foto: Rui Minderico

Após uma primeira volta muito positiva, o V. Setúbal está a ter uma segunda metade de Liga para esquecer. A par do último classificado, Tondela, os comandados de Quim Machado têm o pior registo da segunda etapa da prova, com apenas 6 pontos somados em 30 possíveis, registo que contrasta com os 22 pontos nas primeiras 17 jornadas.

O campeonato a duas velocidades teve como consequência a queda da 9ª para a 13ª posição. Nas últimas dez jornadas, os setubalenses averbaram mais derrotas (seis) – a última das quais anteontem com o FC Porto – do que nas 17 partidas anteriores (cinco). Os êxitos também são uma raridade desde a viragem da prova. A exceção foi o triunfo (2-1) sobre a Académica, único sucesso nas últimas 13 jornadas.

O central Miguel Lourenço garante que o momento atual não belisca a confiança do grupo, dirigindo o foco para o duelo da próxima jornada. "Os golos e as vitórias não estão a aparecer, mas vamos fazer tudo para consegui-lo com o U. Madeira na próxima jornada", disse, garantindo que "a pressão não mexe com a equipa".

A perda de Rúben Semedo e, sobretudo, Suk, em janeiro, são apontados como razão principal da quebra. A equipa atravessa a pior fase da prova, com oito partidas sem ganhar. É o pior registo do clube desde 2011/12.

Por Ricardo Lopes Pereira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.