Julio Velázquez feliz por regressar a Portugal para treinar o Vitória de Setúbal

Técnico espanhol estreia-se dia 24 de novembro em casa do FC Porto para a Taça de Portugal

• Foto: Lusa/EPA

O espanhol Julio Velázquez, que em 2015/16 e 2016/17 orientou o Belenenses, foi esta quarta-feira apresentado como treinador do Vitória de Setúbal até ao final da presente época.

Em conferência de imprensa realizada no Estádio do Bonfim, o técnico, que na temporada passada esteve no comando dos italianos da Udinese, revelou a sua satisfação por estar de regresso ao futebol português três anos depois, oportunidade que já tinha surgido antes, mas só agora se concretizou.

"Sinto-me muito contente por voltar a Portugal para representar uma equipa histórica e com identidade como é a do Vitória. Quando estive no futebol português, o clube sempre me pareceu ter uma massa associativa forte, que sente muito o seu Vitória. Tivemos a oportunidade de assinar antes por outras equipas de Portugal. Decidimos estar aqui e agora vamos desfrutar com a equipa para onde decidimos vir", disse.

Julio Velázquez, que teve ao seu lado o presidente da direção dos setubalenses, Vítor Hugo Valente, mencionou o facto de o conjunto sadino ter sido, no passado, a casa de vários técnicos conceituados.

"Por aqui passaram treinadores que tiveram um sucesso muito grande, como são os casos do pai de José Mourinho [Mourinho Félix], o próprio Mourinho nas camadas jovens e [Jorge] Jesus, todos eles técnicos de grande nível", referiu.

Na hora de definir os objetivos para 2019/20, o treinador, de 38 anos, manifesta o desejo de obter resultados, praticando um futebol positivo. "Queremos fazer uma boa época e para isso vamos pensar jogo a jogo. Vamos procurar praticar um jogo positivo que deixe os adeptos orgulhosos. Temos muita vontade em fazer uma boa competição", afirmou.

Instado a revelar a opinião que tem sobre o grupo de trabalho com que começa esta terça-feira, pelas 10h00, a trabalhar no Estádio do Bonfim, Julio Velázquez elogia a qualidade individual. "É uma equipa de qualidade e equilibrada a nível individual. Há dois jogadores por posição. A equipa tem estado muito bem em termos defensivos. No entanto, o mais importante é começarmos o trabalho e depois decidir onde nos vamos focar mais", referiu.

A estreia do novo treinador do Vitória de Setúbal será em 24 de novembro em casa do FC Porto, em jogo da Taça de Portugal. Julio Velázquez diz que não há uma exigência acrescida por fazer o primeiro jogo no Dragão. "A exigência não é maior nem menor por ser com o FC Porto, mas sim por termos assinado pelo Vitória. Há sempre 100 por cento de exigência no treino e no jogo. O mais importante é a Liga, mas enfrentamos todos os jogos para ganhar. Podemos ganhar ou perder, mas o objetivo é sempre fazer o melhor possível", disse.

Vítor Hugo Valente deixou palavras elogiosas ao técnico na apresentação, que teve cerca de 20 sócios a assistir.

"É um treinador conhecido. A escolha recaiu em Julio Velázquez porque entendemos que é um treinador que tem uma ideia de jogo que o Vitória deve ter. Em relação ao 'timing' escolhido para a apresentação, entendemos que este é o mais adequado", disse.

O treinador chega a Setúbal com Antolín Gonzalo Martín e Gonzalo Pacheco Escudero, técnicos que vão ser adjuntos de Julio Velázquez ao lado de Diego Silva e Meyong, que transitam da equipa que foi treinada por Sandro Mendes até 26 de outubro, dia em que foi despedido, após o empate (0-0) com o Marítimo.

Além dos já mencionados Belenenses e Udinese, o treinador nascido em Salamanca já treinou, entre outros, os espanhóis do Valladolid B, Poji Ejido, Villarreal, Murcia, Bétis e, mais recentemente, em 2016/17 e 2017/18, o Alcorcón.

Por Lusa
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.