O V. Setúbal defronta hoje o Benfica, na derradeira jornada do Torneio Internacional do Sado, sabendo que só em caso de triunfo conquista o troféu no Estádio do Bonfim. Apesar de empatadas na liderança da prova – ambos os clubes ganharam aos sérvios do Napredak –, as águias levam vantagem caso terminem com os mesmos pontos, uma vez que bateram a equipa dos Balcãs por 3-0 e os sadinos fizeram-no por 2-1.

O defesa Nuno Pinto, autor do primeiro golo do Vitória frente ao Napredak, acredita que a sua equipa pode arrecadar o troféu em disputa. "É uma final e penso que será um jogo de 50/50, apesar de o Benfica ser um clube grande. Vamos jogar em casa, diante dos nossos adeptos, e queremos dar-lhes uma alegria já nesta pré-época, fazendo tudo para que o troféu fique na nossa casa", afirmou o jogador.

O lateral-esquerdo, de 31 anos, que vai para a sua quarta época consecutiva no Bonfim, mostra-se satisfeito com o trabalho que a equipa está a fazer na pré-época. "Está a ser algo duro, mas sabemos que vamos colher dividendos disso no futuro porque nos vamos apresentar bem fisicamente quando iniciarmos a competição. Nos dois jogos que fizemos já demonstrámos qualidade, mas o importante é ganhar e manter esse espírito", sublinhou, elogiando o novo técnico, Lito Vidigal.

"Nota-se que é uma pessoa do futebol e percebe bastante o jogo. Tenta transmitir-nos sempre uma mentalidade ganhadora", afirmou, entusiasmado.

Autor: Ricardo Lopes Pereira