Sílvio: «Faço 32 anos no dia do jogo com o Benfica e seria uma prenda boa»

Defesa do V. Setúbal reencontra o antigo clube e quer ganhar

• Foto: Lusa

O defesa Sílvio disse esta quinta-feira que o Vitória de Setúbal tem condições para surpreender no sábado o Benfica, o seu antigo clube, no Estádio da Luz, em partida da sétima jornada da Liga NOS. Em conferência de imprensa, o jogador reconheceu que a missão é difícil, mas lembra que a coesão evidenciada pelos sadinos no campeonato, onde não sofreram golos em cinco das seis jornadas realizadas, é um fator a ter em conta.

"Vai ser um jogo muito complicado, contra uma grande equipa. O Benfica tem muita qualidade, grandes jogadores e jogam em sua casa, por isso vai ser extremamente difícil, mas nós também temos os nossos trunfos. Temos vindo a defender muito bem e, se isso acontecer no jogo e tivermos a calma necessária com bola, podemos fazer um bom jogo e trazer pontos para Setúbal", disse.

No dia do reencontro com o clube onde se sagrou tricampeão, em 2014, 2015 e 2016, Sílvio celebra o seu 32.º aniversário e não esconde que seria um bom presente alcançar um desfecho positivo na Luz, estádio onde admite ser especial regressar.

"Faço 32 anos no dia do jogo e seria uma prenda boa. É um jogo especial porque é uma casa que conheço muito bem. Toda a gente me conhece no Benfica, mas, como profissional de futebol, sou jogador do Vitória e vou fazer tudo para trazer pontos para Setúbal", vincou.

Questionado sobre os principais perigos a ter com o Benfica, o lateral direito dos sadinos, um dos totalistas da equipa treinada por Sandro Mendes, aponta a velocidade de execução do adversário. "Têm jogadores muito rápidos na frente e, além disso, têm jogadores no meio campo que os servem muito bem. O principal perigo na Luz é a qualidade dos jogadores e a rapidez que têm nos processos", vincou.

Sílvio comentou ainda o facto de a dupla Raul de Tomas-Seferovic estar aquém das expectativas em termos de produtividade atacante, lembrando que no Benfica não faltam jogadores que podem desempenhar o papel de goleadores. "Todo o cuidado é pouco, até porque Seferovic começou a marcar nos últimos jogos. Se não marca o Raul de Tomas ou o Seferovic, há Rafa, Pizzi e tantos jogadores que podem fazer golos. Têm jogadores perigosíssimos que podem também fazer a diferença", frisou.

O Vitória de Setúbal, 11.º classificado, com sete pontos, e o Benfica, segundo posicionado, com 15, defrontam-se no sábado, às 19:00, no Estádio da Luz, em Lisboa, em encontro da sétima jornada da I Liga.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de V. Setúbal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.