Câmara destaca condições do estádio para a final da Taça de Portugal ser em Coimbra

Encontro decisivo será disputado a 1 de agosto entre Benfica e FC Porto

• Foto: Luís Manuel Neves

A realização da final da Taça de Portugal em Coimbra "faz sentido", dada a localização geográfica da cidade e as condições do seu estádio, disse esta quinta-feira o vice-presidente da Câmara Municipal, Carlos Cidade. O jogo entre Benfica e FC Porto, agendada para 1 de agosto, vai disputar-se no Estádio Cidade de Coimbra, pelas 20h45, anunciou na quarta-feira a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

"Sendo uma das equipas finalistas da prova de Lisboa e outra do Porto faz sentido que o jogo" seja disputado num local com uma situação geográfica como a de Coimbra, entre aquelas duas cidades, afirmou hoje à agência Lusa Carlos Cidade, vice-presidente da Câmara Municipal de Coimbra, que também é responsável pelo pelouro do desporto.

As obras de reabilitação da pista de atletismo no Estádio Cidade de Coimbra (adjudicadas em 20 de abril desta ano por cerca de 530 mil euros) "não interferem" com a logística do jogo, assegura o autarca.

Face à situação provocada pela pandemia de covid-19, o Estádio Nacional, em Oeiras, que é habitualmente o recinto da final da Taça de Portugal, tem alguns problemas e a FPF entendeu que a final deveria realizar-se noutro local.

A Câmara de Coimbra, adianta, propôs, em colaboração com o Organismo de Futebol (OAF) da Associação Académica de Coimbra (AAC) e a Associação de Futebol de Coimbra, por isso, que a final da prova rainha do futebol português decorra no estádio da cidade.

"Ficamos naturalmente satisfeitos" com escolha de Coimbra, já que está em causa a final de uma competição que, para Carlos Cidade, "é a principal prova do futebol português, é a festa do futebol".

O jogo não deverá ter, com certeza, espetadores, atendendo às circunstâncias impostas pela pandemia, lamenta Carlos Cidade, ressalvando, no entanto, que essa é uma questão que compete à FPF e às autoridades de saúde.

A final da prova rainha, habitualmente disputada no final de maio no Estádio Nacional, foi adiada por causa da pandemia de covid-19.

A suspensão das competições, provocada pelo novo coronavírus, levou ao prolongamento da temporada futebolística, com o fim da Liga NOS previsto para 26 de julho e a final da Taça de Portugal para 1 de agosto.

Esta vai ser a segunda final da competição mais tardia de sempre, apenas superada pelo jogo decisivo de 1983/84, quando foi disputado já na época seguinte, em 21 de agosto, devido a um diferendo sobre o local para a realização do encontro.

A final, também entre Benfica e FC Porto, veio a ser jogada no Estádio das Antas, no Porto, onde os encarnados venceram por 1-0, com um golo de Carlos Manuel, aos 20 minutos.

O vencedor do troféu na época passada foi o Sporting, que na final derrotou o FC Porto no desempate por grandes penalidades.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Taça de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0