FC Porto vence Fabril e segue na Taça de Portugal

Vitória por 2-0 no jogo da 3.ª eliminatória

O resumo do Fabril-FC Porto, 0-2: veja os principais lances do encontro

O triunfo do FC Porto por 2-0 não teve direito a nota artistica, mas foi suficiente para cumprir a missão delineada para a eliminatória da Taça de Portugal sem sobressaltos. Desfecho ajustado após uma toada morna perante um Fabril incapaz de fazer um remate à baliza dos dragões.

Fim do jogo.

90' Três minutos de tempo extra.

89' Cartão amarelo para Emerson Gomes, após falta dura sobre Baró.

87' Três alterações no Fabril. Saídas de Reginaldo, Ronivaldo e Daniel Oliveira para as entradas de Emerson Gomes, Gonçalo Paulino e João Carmo.

84' Cartão amarelo para Baró por ter pontapeado a bola para longe.

82' Perdida inacreditável de Evanilson. Baró acelerou pelo eixo, solicitou Luis Díaz que ofereceu a emenda de mão beijada, mas o jovem brasileiro nem sequer acertou na bola.

80' Duas alterações no FC Porto. Saídas de Taremi e Martínez e entradas de Evanilson e Fábio Vieira.

75' 2ª alteração no Fabril. Saiu Diogo, entrou João Araújo.

74' Loum regressa ao jogo.

72' Jogo interrompido para prestar assistência a Loum.

70' Primeiro cartão amarelo do jogo para Ronivaldo após uma entrada sobre Taremi.

66' Cruzamento bem medido de Edi Castro, mas o movimento de Nuno Sá na finalização acabou por ser bloqueado pela defesa portista.

61' Tripla alteração no FC Porto. Saídas de Felipe Anderson, Nakajima e Otávio. Entraram Corona, Sérgio Oliveira e Luis Díaz.

57' Alteração no Fabril. Saiu Ivan Reis, entrou Edi Castro.

53' Tiro colocado de Nakajima correspondido com uma boa defesa do guarda-redes do Fabril

Taremi fez assim o segundo golo do FC Porto diante do Fabril

51' 0-2 Goooolo fo FC Porto. Bomba de Taremi no coração da área deixou o guardião do Fabril sem reação após uma combinação com Felipe Anderson.

48' Pontapé de Otávio em posição frontal, de fora da área, interceptado pela defesa do Fabril.

46' Fabril e FC Porto regressam ao jogo sem alterações

Início da 2ª Parte


A pressão alta do FC Porto chegou para encostar o Fabril às cordas, mas foi demasiado efémera para tirar dividendos práticos. Ponto de equilíbrio, contudo, que Toni Martínez tratou de dissipar com um estupendo pontapé à meia-volta mesmo em cima do apito para intervalo

Intervalo

O espectacular pontapé acrobático de Toni Martínez que colocou o FC Porto na frente

45'+1 -  Goooolo do FC Porto, Toni Martínez (0-1). Pontapé acrobático do avançado espanhol na sequência de uma assistência de Otávio sem hipótese de defesa para o guardião do Fabril.

45' Vai jogar-se mais um minuto.

42' Jogo reatado.

41' Partida interrompida para prestar assistência ao guardião Marreiros, que ficou a queixar-se de um toque de Sarr na sequência de um canto.

34' Momento de intensidade mais baixo no jogo permite ao Fabril dividir o desenrolar no miolo.

29' Primeira ameaça do Fabril. Sarr perdeu a bola no flanco esquerdo, mas o remate de Nuno Sá saiu frouxo.

25' Fabril resiste. Terceiro canto consecutivo para os dragões no espaço de um minuto sem dividendos práticos.

20' Partida praticamente de sentido único com o FC Porto a usufruir quase sempre da posse de bola e a tentar encontrar uma brecha na coesão defensiva do Fabril.

15' Remate colocado de Toni Martínez correspondido com uma boa defesa do guardião do Fabril.

13' Taremi emenda ao lado uma investida de Otávio pela esquerda.

12' Ivan Reis, do Fabril, força Sarr a um carrinho junto à linha de fundo, mas o pontapé de canto não teve a melhor sequência.

11' Excelente ocasião de golo para o FC Porto, mas Toni Martínez, em posição privilegiada para abrir o marcador na sequência de um cruzamento rasteiro de Manafá, atirou muito por cima.

9' Livre em posição frontal favorável ao FC Porto. Sarr encarregou-se de bater o pontapé, mas o lance de laboratório à procura de Nakajima perdeu-se pela linha de fundo.

8' Diagonal de Manafá abre espaço para Taremi ganhar a linha de fundo, mas o remate de Felipe Anderson, na sequência de um ressalto defensivo, foi interceptado pela defesa do Fabril.

5' Fabril aposta na profundidade para chegar perto da baliza portista.

3' Agora foi Carraça a emprestar profundidade ao corredor direito, mas a tabela com Toni Martínez perdeu-se pela linha de fundo.

2' Taremi perto de abrir o marcador. Cruzamento bem medido de Manafá junto à linha de fundo e cabeçada do iraniano ligeiramente ao lado.

1' Início do jogo. FC Porto começa com a posse da bola

Quase, quase a começar. As equipas já se encontram alinhadas no centro do terreno.



- Já são conhecidas as equipas! Consulte aqui os 'onzes'.

- "O que podemos fazer frente ao Campeão Nacional? Jogar com as nossas armas, ambição e mostrar que também temos qualidade. Com um bocadinho de sorte pode ser que seja suficiente para ir lá uma vez, fazer um golo e acontecer Taça", comentou o treinador, garantindo uma ideia positiva: "Não vamos jogar na biqueirada para a frente, nem fechadinhos lá atrás".

- Desempenho, contudo, sem reflexos para a festa da Taça, até porque o técnico João Parreira foi ágil a reconhecer que a preparação da eliminatória frente ao FC Porto "foi a semana mais fácil da temporada".

- No que diz respeito ao Fabril, pese embora os sucessos acumulados na prova rainha nas eliminatórias iniciais graças aos triunfos por 2-0 frente ao Rabo de Peixe e Sernache, o conjunto do Barreiro está a ter um arranque de época relativamente complicado no que diz respeito ao Campeonato de Portugal, prova onde ainda não conheceu o sabor de um triunfo por força dos três empates e três derrotas acumuladas nas seis jornadas já disputadas.



- "A partir de agora é entrar no jogo a jogo. Sei que é um chavão no futebol, mas é mesmo assim e estamos cá para a luta perante o exigente ciclo competitivo que se apresenta e que não é exclusivo ao FC Porto", referiu Sérgio Conceição, sem fazer segredo do objetivo de revalidar o trofeu arrecadado na época passada: "É uma prova fantástica, pela qual tenho um carinho muito especial também muito pelas surpresas que acontecem e que pretendemos evitar".

- A era de Sérgio Conceição nos portistas contempla ainda mais duas participações na Taça de Portugal, sendo que em 2018/19 o primeiro adversário foi o Vila Real, que também joga no Campeonato de Portugal e foi eliminado por um expressivo 6-0. Já na edição 2017/18 os dragões também marcaram seis golos sem resposta no triunfo frente ao Lusitano de Évora.

- Recorde-se que em 2019/20, mediante a rotatividade aplicada ao plantel de então, o FC Porto arrancou a sua participação na prova com uma goleada (5-0) ao Coimbrões, emblema de VN Gaia que também milita no Campeonato de Portugal.

- É neste contexto que se aguarda com expetativa pelos regressos à competição não só do guardião Diogo Costa ou até Cláudio Ramos, mas também dos avançados Taremi, Toni Martínez e o internacional brasileiro Felipe Anderson, para além dos médios Loum e Baró.

- Apesar do cariz a eliminar da partida de hoje, tudo indica que Sérgio Conceição vai repetir a receita aplicada no passado, concretamente o de aproveitar o primeiro jogo da Taça de Portugal e a diferença competitiva para o Fabril para dar minutos de competição a alguns dos jogadores menos utilizados.

- Até ao final do ano os campeões nacionais têm pela frente jogos na Taça de Portugal, Liga dos Campeões, Campeonato e, pelo meio, a discussão da Supertaça frente ao rival Benfica.

- Não só em termos de densidade competitiva, mas também pela escassa margem de erro imputada aos dragões nas diferentes competições.

- A estreia dos dragões na prova rainha apresenta-se também como o pontapé de saída para um ciclo de jogos muito exigente para os pupilos de Sérgio Conceição.

- O último frente a frente sucedeu em 1966/67 e terminou empatado a uma bola, ainda o Fabril era denominado CUF.

- Anos dourados com réplica comprovada no campeonato, mas para a Taça de Portugal o cenário muda de figura e o histórico dos embates entre os dois clubes é favorável aos dragões, que arrecadaram três triunfos e um empate nas quatro partidas realizadas.

- O clube do Barreiro, outrora denominado CUF, está afastado da elite do nosso futebol há muito anos, mas é um dos emblemas históricos de Portugal, essencialmente pelo estatuto conquistado durante a década de 60 e 70 do século passado.

- Carlos Covão e Marco Vieira são os assistentes e João Marques o quarto árbitro.

- João Bento, da Associação de Futebol de Santarém, foi o árbitro designado pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol para arbitrar o encontro entre FC Porto e GD Fabril, cujo pontapé de saída está agendado para as 14h30.

- Boa tarde, o FC Porto inicia dentro de momentos a defesa da Taça de Portugal no histórico Estádio Alfredo da Mota, frente ao Grupo Desportivo Fabril, emblema que milita no Campeonato de Portugal.

28
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Taça de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.