Feirense-P. Ferreira, 1-1 (4-2 pen.): Fogaceiros avançam nos penáltis

Fogaceiros tiveram de suar para bater adversário da 2.ª Liga

• Foto: Hugo Monteiro

O Feirense venceu esta quarta-feira o Paços de Ferreira por 4-2 no desempate por penáltis, em jogo dos oitavos-de-final da Taça de Portugal, disputado no Estádio Marcolino Castro, em Santa Maria da Feira.

Um golo de Marco Baixinho, aos 97 minutos, deu vantagem à formação comandada por Vítor Oliveira, já em período de prolongamento, mas Tiago Silva restabeleceu a igualdade aos 113 minutos, depois de o jogo ter sido interrompido aos 110 minutos, após uma falha na iluminação do estádio, sendo retomado 20 minutos depois.

No desempate por grandes penalidades, o Feirense venceu por 4-2, com o guarda-redes Bruno Brígido a destacar-se, ao defender duas grandes penalidades.

O Paços de Ferreira foi a equipa mais audaz no início do jogo e logo aos três minutos esteve perto de inaugurar o marcador, num remate de Luiz Phellype que saiu ao lado da baliza defendida por Bruno Brígido, tendo a resposta do Feirense surgido apenas aos 18 minutos, quando Marco Soares cabeceou livre de marcação no coração da área, mas a bola parou nas mãos do guardião Marco Ribeiro.

No início da segunda parte, o Feirense esteve novamente perto do golo, quando João Tavares respondeu com um cabeceamento a um cruzamento de Diga, mas a bola saiu ao lado (61), para, pouco depois, os pacenses também responderem, num lance em que Luiz Phellype desviou a bola e quase marcava.

No prolongamento, o Paços de Ferreira foi a equipa mais perigosa e colocou-se em vantagem na sequência de um canto, com Marco Baixinho a cabecear com eficácia para o fundo da baliza do Feirense, aos 97 minutos.

O jogo foi interrompido aos 110 minutos, após uma falha na iluminação do Estádio Marcolino de Castro, sendo retomado quase 20 minutos depois.

No reatamento, o Feirense foi mais pressionante e acabou por chegar à igualdade com um golo de Tiago Silva, que rematou forte e colocado à entrada da área, batendo Marco Ribeiro, aos 113 minutos.

A igualdade resistiu até ao final do prolongamento e, no desempate por penáltis, o Feirense acabou por ser mais forte, vencendo por 4-2, com Bruno Brígido a defender dois penáltis.

Jogo no Estádio Marcolino Castro, em Santa Maria da Feira.

Feirense - Paços de Ferreira: 1-1 ap (4-2 pen.).

No final do tempo regulamentar: 0-0

No final do primeiro tempo do prolongamento: 0-1

Marcadores:

0-1, Marco Baixinho, 97 minutos.

1-1, Tiago Silva, 113.

Marcadores no desempate por penáltis:

1-0, Edinho

1-1, Pedrinho

1-1, Tiago Silva (para fora)

1-2, Marco Baixinho

2-2, Valencia

2-2, Vasco Rocha (guarda-redes defendeu)

3-2, Crivellaro

3-2, Wagner (guarda-redes defendeu)

4-2, Luís Machado

Equipas:

- Feirense: Bruno Brígido, Diga (Edinho, 101), Bruno Nascimento, Philipe Sampaio, Tiago Gomes (Vítor Bruno, 106), Marco Soares, Babanco, Edson Farias (Tiago Silva, 53), Luís Machado, João Tavares (Crivellaro, 73) e Valencia.

(Suplentes: Caio Secco, Briseño, Tiago Silva, Brian Gomez, Edinho, Crivellaro e Vítor Bruno).

Treinador: Nuno Manta Santos.

- Paços de Ferreira: Marco Ribeiro, Bruno Santos, Marco Baixinho, Junior Pius, Bruno Teles, Luiz Carlos, Christian, Fatai (Wagner, 85), Diaby (Pedrinho, 83), Luiz Phellype (Douglas Tanque, 91) e Uilton (Vasco Rocha, 90+2).

(Suplentes: Carlos, Wagner, Pedrinho, Marcos Valente, Vasco Rocha, Paul Ayongo e Douglas Tanque).

Treinador: Vítor Oliveira.

Árbitro: André Narciso (AF Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tiago Gomes (38), Fatai (38), Edson Farias (43), Diaby (48), Luís Machado (56), Marco Soares (67), Babanco (93), Tiago Silva (95) e Wagner (102).

Assistência: cerca de 1.000 espectadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Taça de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.