Penafiel obrigado a horas extras na Taça de Portugal para vencer sem convencer em Gondomar

Teve que anular duas desvantagens e ir a prolongamento

• Foto: José Reis/Movephoto
O Penafiel, da 2.ª Liga, teve que anular duas desvantagens e ir a prolongamento para conseguir derrotar este domingo o Gondomar, do Campeonato de Portugal, por 3-2, na segunda eliminatória da Taça de Portugal.

O atual quarto classificado da Série B do Campeonato de Portugal inaugurou o marcador por André Silva, aos 45+1 minutos, Fábio Fortes respondeu (53), Yemi voltou a colocar os 'caseiros' em vantagem (78), mas em 'cima da hora' João Oliveira voltou a igualar (90).

No prolongamento, o 'bis' de Fábio Fortes, aos 94 minutos, decidiu a eliminatória.

O sétimo classificado da 2.ª Liga portuguesa não se conseguiu impor na primeira parte perante um Gondomar reativo, que chegou à vantagem já em tempo de compensação.

Um ataque falhado dos visitantes deixou a bola nos pés de André Silva, o irmão do internacional português Diogo Jota arrancou atrás do meio-campo até à área adversária, 'entortou' Lucas Tagliapietra e atirou colocado para inaugurar o marcador.

Descontente com a prestação, o treinador dos durienses mexeu e fez entrar Robinho, Édi Semedo e Leandro Teixeira à procura da reação, ficando perto da igualdade no primeiro lance do segundo tempo, com Fábio Fortes a cabecear para boa defesa de Filipe Ferreira.

Depois do aviso chegou mesmo o empate; desta feita Fábio Fortes não perdoou e desviou para o fundo das redes com a ponta da bota esquerda após cruzamento de Adílio.

Já depois de um golo anulado por fora de jogo de Elísio, o Gondomar regressou à vantagem numa jogada em que André Silva abriu para Jorge Monteiro, o avançado cruzou rasteiro ao primeiro poste e o nigeriano Yemi antecipou-se a Filipe Ferreira.

O empate acabaria por surgir em cima dos 90 minutos, com João Oliveira a desviar ao primeiro poste o canto cobrado por Diogo Batista, e os durienses podiam ter consumado a reviravolta nos descontos, mas Fábio Fortes e Roberto não aproveitaram para arrumar com o assunto.

A reviravolta acabaria por surgir num lance caricato, em que o pontapé de bicicleta de Roberto, que ia para fora, desviou no peito de Fábio Fortes e encaixou no canto esquerdo, sem hipótese para Ricardo Neves.

Jogo realizado no Estádio São Miguel, em Gondomar.

Gondomar-Penafiel: 2-3 (após prolongamento).

Ao intervalo: 1-0.

No final do tempo regulamentar: 2-2.

No final da primeira parte de prolongamento: 2-3.

Marcadores:

1-0, André Silva, aos 45+1 minutos.

1-1, Fábio Fortes, 53.

2-1, Yemi,78.

2-2, João Oliveira, 90.

2-3, Fábio Fortes, 94.

Equipas:

- Gondomar: Ricardo Neves, Luiz Gustavo (Armand, 95), Zé Pedro, Materazzi, Max, Filipe Bastos, Fabinho (Yemi, 61), Pedro Ferreira (Luca Pereira, 70), Elísio (Rick, 83), André Silva (André Tavares, 83) e Ângelo (Jorge Monteiro, 70).

(Suplentes: Gonçalo Brandão, André Tavares, Luca Pereira, Yemi, Jorge Monteiro, Rick, Fernando Loureiro, Armand e Tiaguinho.)

Treinador: Domingos Barros.

- Penafiel: Filipe Ferreira, Rúben Freitas (Robinho, 46), Lucas Tagliapietra (Leandro Teixeira, 46), Gonçalo Loureiro, Simãozinho (Reko, 91), Adriano Castanheira (Édi Semedo, 46), Filipe Cardoso (Diogo Batista, 86), João Oliveira, Adílio (Roberto, 72), Feliz e Fábio Fortes.

(Suplentes: Nuno Macedo, Leandro Teixeira, Edi Semedo, Reko, Marcus, Roberto, Diogo Batista, Vasco Braga e Robinho.)

Treinador: Filipe Rocha.

Árbitro: Bruno Costa (AF Viana).

Ação disciplinar: cartão amarelo para André Silva (17), Zé Pedro (41), Pedro Ferreira (47), Fábio Fortes (56), Filipe Cardoso (62), Luca Pereira (80), Édi Semedo (96), Max (96), Jorge Monteiro (108)

Assistência: cerca de 300 espetadores.

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Taça de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas