Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Sindicato dos Jornalistas apela a queixa e vai denunciar caso de agressão no Jamor

Incidente com repórter da RTP

• Foto: Miguel Barreira
O Sindicato dos Jornalistas (SJ) apelou esta segunda-feira para que o repórter agredido após o final da Taça de Portugal, no Estádio do Jamor, "proceda criminalmente contra os agressores", e comprometeu-se a "reportar o caso às entidades responsáveis".

"O SJ manifesta total solidariedade com o camarada de profissão agredido, apelando a que proceda criminalmente contra os agressores, e compromete-se a reportar o caso às entidades responsáveis pela segurança dos jornalistas no local", indica esta estrutura, em nota hoje divulgada.

Lamentando que este seja "mais um profissional alvo de agressão violenta", o SJ "condena o sucedido e exige que sejam apuradas todas as responsabilidades".

O SJ lembra que, desde março passado, o Código Penal considera crime público as agressões contra jornalistas no exercício das suas funções, além de que estes profissionais passaram a estar incluídos na lista de profissões com direito a proteção acrescida.

Por isso, vinca que "passar das palavras aos atos é imperioso para mudar este insustentável estado de coisas".

Além disso, o SJ "lamenta o clima de hostilidade constante no futebol e a crescente violência que tem extravasado as quatro linhas e atingido os jornalistas em exercício de funções, de forma completamente injustificada, apelando a que as entidades responsáveis continuem a refletir sobre este assunto e, sobretudo, ajam em conformidade".

Um jornalista da RTP foi agredido durante a final da Taça de Portugal, que decorreu no domingo à tarde no Estádio do Jamor, Oeiras, de acordo com a Comissão de Trabalhadores (CT) da estação pública.

Segundo a CT da estação pública, "além da violenta agressão, foi também destruído equipamento da RTP".

O porta-voz do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, Tiago Garcia, em declarações à Lusa no final do jogo, no qual o Desportivo das Aves derrotou o Sporting por 2-1, vencendo assim pela primeira vez a Taça de Portugal, referiu que adeptos do Sporting atiraram pedras a equipas de reportagem que se encontravam na praça da Maratona.

A CT lembra ainda que, "há menos de um ano, um outro jornalista da RTP foi selvaticamente agredido em reportagem numa escola básica de Lisboa".

"Isto simplesmente não pode continuar", conclui a CT, aproveitando para se solidarizar com o jornalista e a sua família, a quem manifesta o seu apoio.

O Desportivo das Aves tornou-se no domingo o 13.º clube a conquistar a Taça de Portugal em futebol, ao vencer o Sporting por 2-1, na final da 78.ª edição da prova, disputada no Estádio do Jamor, em Oeiras.

O avançado Alexandre Guedes, de 24 anos, foi o 'herói' dos comandados de José Mota, ao 'bisar', aos 16 e 72 minutos, enquanto o suplente colombiano Montero marcou o golo do conjunto de Jorge Jesus, aos 85.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Taça de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M