Varzim-Anadia, 2-1: poveiros garantem 'quartos' da Taça de Portugal no prolongamento

Baba Sow, aos 98 minutos, marcou o golo que decidiu o apuramento da equipa orientada por Paulo Alves

• Foto: José Gageiro / Movephoto

O Varzim garantiu esta terça-feira a passagem aos quartos de final da Taça de Portugal de futebol, ao vencer o Anadia, por 2-1, num triunfo 'arrancado' no prolongamento.

O golo decisivo da formação poveira, que milita na 2.ª Liga, foi apontando por Baba Sow, aos 98 minutos, depois do empate, a uma bola, que se registou no final tempo regulamentar, em que Leonardo Ruiz marcou para os locais, aos 77, mas Nadson, aos 90+4, resgatou o empate para a equipa que milita no Campeonato Portugal.

Apesar do favoritismo do Varzim, que até entrou no jogo mais dominador e a ameaçar o golo em remates de Minhoca e Pedro Pereira, o Anadia não demorou a mostrar que iria impor uma eliminatória renhida, apostando em rápidos contra-ataques, que faziam mossa no adversário.

Assim foi aos 26 minutos, quando Manuel Garruço, num desvio de cabeça a um cruzamento de Rui Rainho, falhou por pouco a pontaria à baliza poveira.

O Varzim ainda teve uma soberana oportunidade antes do intervalo, num cabeceamento de Leonardo Ruiz, que o defesa do Anadia, David Carvalho, 'limpou' em cima da linha de golo, mas foi após o intervalo que os nortenhos recuperaram o ascendente, com as entradas de Rui Moreira e Frederic Maciel.

Maciel esteve, inclusive, perto de inaugurar o marcador, aos 75, quando surgiu isolado para rematar, mas permitiu a defesa do guarda-redes do Anadia, acabando por ser redimir, dois minutos depois, ao fazer a assistência para o 1-0, apontando num cabeceamento de Leonardo Ruiz.

Apesar da desvantagem, formação do centro do país não se rendeu e, galvanizando-se com duas perdidas do poveiro Ruiz, lançou-se em busca do golo, mesmo reduzida a dez, pela expulsão de Rúben Silvestre, aos 90.

A insistência dos visitantes deu frutos ao 90+4, no último lance do tempo regulamentar, quando Nadson desviou de cabeça um livre cobrado por Diogo Pereira, que estabeleceu o 1-1 e precipitou o prolongamento.

Neste tempo extra, os poveiros foram mais fortes e recuperaram a vantagem aos 98, num cabeceamento de Baba Sow, tendo aproveitado a quebra física do Anadia para gerir a vantagem de 2-1 até ao final.

Varzim - Anadia, 1-1 (2-1 após prolongamento).

Ao intervalo: 0-0.

No final do tempo regulamentar: 1-1.

No final da primeira parte do prolongamento: 2-1.

Marcadores:

1-0, Leonardo Ruiz, 77 minutos.

1-1, Nadson, 90+4.

2-1, Baba Sow, 98.

Equipas:

- Varzim: Ismael, João Amorim, Luís Pedro, Alan Henrique (Hugo Gomes, 114), Tiago Cerveira, Pedro Pereira (Rui Moreira, 59), Christophe, Minhoca (Baba Sow, 89), George (Frederic Maciel, 66), Leonardo Ruiz e Lumeka.

(Suplentes: Becker, Zé Diogo, Baba Sow, Hugo Gomes, Stanley, Frederic Maciel e Rui Moreira).

Treinador: Paulo Alves.

- Anadia: Alexandre Verdade, David Carvalho, Rúben Silvestre (Tiago Borges, 83), Pedro Santos, Rui Rainho, Dos Santos, Manuel Garruço, Diogo Pires, Pedro Lagoa (Nadson, 64), Marcelo (Pedrinho, 106) e Leandro Vieira (Miguel Ângelo, 100).

(Suplentes: Pedro Alves, Xandão, Miguel Ângelo, Tiago Borges, Pedrinho, Nélson Oliveira e Nadson).

Treinador: Nuno Pedro.

Árbitro: João Bento (AF Santarém).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pedro Santos (27), Pedro Pereira (32), Rúben Silvestre (66 e 90), Manuel Garruço (90+2) e Christophe (94). Cartão vermelho por acumulação para Rúben Silvestre (90).

Assistência: cerca 1.500 espetadores.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Taça de Portugal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.