Jorge Braz visita as escolas de Montalegre para mostrar que "nada é impossível"

Selecionador nacional de futsal quer mostrar aos mais novos que o interior também é sinónimo de oportunidades

• Foto: Ricardo Nascimento
O selecionador português de futsal, Jorge Braz, visitou esta segunda-feira a comunidade estudantil de Montalegre, a convite da Academia de Futebol e Futsal Abelhas Azuis, para mostrar aos mais novos que o interior também é sinónimo de oportunidades.

"A mensagem a passar a estes meninos é única e simplesmente esta: nada é impossível, depende muito deles e têm de saber o que querem na vida, lembrando-se todos os dias que é preciso trabalhar, haver dedicação e esforço para o atingirem", frisou Jorge Braz, campeão do mundo e bicampeão da Europa, a propósito da visita à comunidade estudantil do concelho de Montalegre.

Por conseguinte, enquanto "conterrâneo", quer mostrar aos mais novos que "não é o facto de se ser do interior, de uma aldeia mais pequenina, de uma vila ou cidade maior que é impeditivo do que quer que seja".

Para o transmontano, "há determinados princípios e valores" que, quando "enraizados", funcionam como alavanca para se conseguir "atingir os objetivos", até porque "o comportamento é muito semelhante, seja em que atividade for".

"Às vezes, a atividade escolar e desportiva dos miúdos e o que se faz numa seleção nacional parecem coisas muito distantes e não o são. A mensagem é um bocadinho essa. Com esforço, com dedicação, tudo se consegue. Vai depender dos objetivos que definam e da forma como se lembram desses objetivos", reiterou o selecionador.

A propósito do périplo pelo concelho, o selecionador português de futsal, juntamente com Emídio Rodrigues, selecionador de sub-15, foram recebidos no salão nobre dos Paços do Concelho daquela vila do distrito de Vila Real, onde a autarca, Fátima Fernandes, enalteceu a importância da visita dos transmontanos enquanto exemplo para a comunidade estudantil.

"Ainda bem que temos quem nos mostre que somos capazes, que somos dos melhores. É uma motivação para todos aqueles que dão tanto da sua vida pessoal para acompanhar os nossos jovens numa prática desportiva que visa, essencialmente, não só o bem-estar, a saúde, mas, sobretudo, a partilha, o compromisso e a responsabilidade. O desporto é uma excelente escola que forma os nossos jovens", frisou a presidente do município de Montalegre que, anualmente, apoia os clubes do concelho com uma verba de cerca de 500 mil euros.

Honrado pelo convite e pela receção, Jorge Braz, que cresceu na aldeia de Sonim, no concelho de Valpaços, também no distrito de Vila Real, disse que estar em Montalegre é "estar em casa".

"Quer eu, quer o Emídio somos daqui muito perto. Sabemos bem o que é Trás-os-Montes, passar as pedras. [A visita] Já estava prometida há algum tempo e temos a obrigação de estar presentes. São clubes e instituições assim que valem a pena e que merecem", concluiu o selecionador português.

Nascido em Edmonton, no Canadá, há 50 anos, o selecionador deu os primeiros toques na bola em Sonim, freguesia de Valpaços, distrito de Vila Real, de onde é natural a sua família.

Em julho de 2010, assumiu o cargo de selecionador nacional e, desde então, conquistou dois Europeus (2018 e 2022), um Mundial (2021) e a Finalíssima Intercontinental (2022).

 

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas