Benfica sofre para derrotar Leões de Porto Salvo

Águias suaram no reduto do penúltimo classificado (3-4)

• Foto: Paulo Calado

O Benfica teve de suar bastante para conquistar os três pontos no reduto do penúltimo classificado, o Leões de Porto Salvo. Na verdade, só um golo de Ré na própria baliza, já no minuto 40, evitou que os encarnados somassem o segundo empate consecutivo – na semana passada empataram com o Sporting, tal como aconteceu com o Leões de Porto Salvo, em Braga. Apesar das diferenças, em termos de valores individuais, certo é que a formação do concelho de Oeiras teve sempre na discussão por um bom resultado e, nos instantes finais, falhou mesmo o 4-4 por muito pouco.

O conjunto orientado por Joel Rocha não entrou bem no jogo, denotando alguma desconcentração, acabando por permitir que, aos 6 minutos, os locais já vencessem, por 2-0, com um golo de Diogo Santos, aos 30 segundos, e um outro de Danny, aos 6 minutos.

A formação da Luz tentava reagir, mas pela frente encontrava um campeão da Europa muito inspirado, o guarda-redes Bebé, que protagonizou grandes defesas.

E foram os valores individuais da formação da Luz que tiveram de se evidenciar para anular a desvantagem ainda antes do descanso. Primeiro, foi o reforço Fernandinho a reduzir a diferença, aos 8 minutos, seguindo-se o empate por Deives, que, de cabeça, encostou, após um remate acrobático de Tiago Brito.

O Benfica entrou melhor na segunda parte, mais concentrado e mandão. Aos 22 minutos, Robinho colocou os encarnados pela primeira vez na frente do marcador. Seguiram-se momentos de grande pressão benfiquista e a vantagem só não foi avolumada nos minutos que se seguiram, por causa da pontaria desafinada e da perspicácia do antigo guarda-redes das águias, que continuou a brilhar .

E desengane-se quem pensa que Bebé só brilhou entre os postes. Aos 33 minutos, saiu em velocidade da área, passou para Papa e este serviu Cherif, para o 3-3. Em seguida o Benfica apostou tudo, com o capitão Bruno Coelho a trocar de camisola e a entrar como guarda-redes avançado. O golo surgiu já no minuto 40, com Deives a rematar e Ré a introduzir a bola na própria baliza, confirmando uma vitória tirada a ferros.

Por Cláudia Marques
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.