Record

Campeão nacional ataca Europa

ENCARNADOS INICIAM CAMINHADA NA 2ª FASE DE QUALIFICAÇÃO E REAVIVAM DESEJO DE REPETIR FINAL

Arranca hoje no Pavilhão Açoreana Seguros (Estádio da Luz), a 2.ª fase de qualificação da 5.ª edição da UEFA Futsal Cup, com o Benfica a apostar na conquista do título europeu.

Lisboa recebe o grupo A, composto por Benfica, Boomerang Interviú (Espanha), Kairat Almaty (Cazaquistão) e Cristal Noir Morlanwelz (Bélgica). O Marbo Beograd (Sérvia e Montenegro) é o anfitrião do B, que disputa com Dínamo de Moscovo (Rússia), Shakhtar Donetsk (Ucrânia) e o detentor do título, Action 21 Charleroi (Bélgica), destacando-se a presença do árbitro português Pedro Paraty.

Optimismo

Quase não é necessário perguntar ao treinador do Benfica o que espera desta prova para perceber-se que a confiança reina na Luz. Adil Amarante prefere pensar num passo de cada vez, pelo que para já não fala na final. “O objectivo principal é ficar entre os dois primeiros, para disputar uma das meias-finais”, adianta o técnico, que reconhece que é bom entrar a ganhar:“O primeiro jogo é importante porque, em caso de vitória, teoricamente só precisamos de mais um triunfo. Estamos conscientes que para conseguir o apuramento temos de trabalhar com concentração.”

Adversários

Entre as formações que vão defrontar o campeão nacional, encontra-se um velho conhecido: Boomerang Interviú.

Os espanhóis têm-se cruzado constantemente no caminho dos portugueses na UEFA Cup, Taça Ibérica e Intercontinental. O poderio de “nuestros hermanos” tem sido evidente e só o Benfica os venceu, na segunda mão da final da UEFA Futsal Cup de há dois anos.

Para Adil Amarante falta apenas uma vitória que dê resultados concretos – os encarnados perderam o troféu, em 2003/04 – para transmitir mais confiança: “As equipas portuguesas têm jogado com as espanholas, mas na altura faltam sempre pequenos detalhes. Felizmente, a Selecção Nacional já conseguiu diminuir as diferenças. É muito importante vencer, pois faz com que se acredite mais que podemos estar em pé de igualdade.”

Adil descreve os madridistas como um conjunto com “executantes acima da média”. Acerca dos belgas e dos de Leste reconhece que “falta um conhecimento maior”, acrescentando: “O que sabemos é através de colegas que já os viram jogar ou pelos jogadores que lá actuam”.

Ainda assim, o treinador benfiquista dá a conhecer o que sabe dos oponentes. “O Kairat tem uma formação composta por jogadores muito experientes. Têm alguns atletas brasileiros de grande qualidade, Neto, Waguinho, Etienne, Cacau e Gustavo”. Acerca do Cristal Noir relembra que tem executantes com valor, alguns dos quais seus compatriotas, recordando: “Estão bem colocados no campeonato, mantêm-se colados ao Action 21”. Os belgas garantiram o acesso à prova ao alcançar o segundo lugar no campeonato, já que os campeões europeus tinham a presença garantida.

Águia reforçada

O Benfica surge na UEFA Cup com algumas novidades em relação à 1.ª fase, disputada em Outubro. Além das saídas de Miguel Almeida e Zé Maria, verificaram-se cinco entradas: Côco, Doménico, Moretti, Sidnei e Wilson. “Ficou sempre definido a chegada de reforços para esta 2.ª fase, é uma política desta direcção que está a investir na prova. Não esperava a saída de jogadores importantes para o grupo, mas os reforços já estavam referenciados. Temos muito trabalho pela frente, para lutar pelos objectivos.”
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas

M