É hora do desvio para o vício certo

Seleção esteve no Casal da Mira a mostrar que é possível pensar o futuro mesmo com dificuldades

• Foto: Miguel Barreira

"Ricardinho, aqui! Tira uma selfie!" O melhor do Mundo no Casal da Mira. Alguém poderia acreditar? Sim, aconteceu mesmo. O bairro da Amadora venceu o passatempo ‘Seleção no meu Bairro’ e contou com os melhores portugueses da atualidade para um jogo de 20 minutos diante dos melhores executantes do Casal da Mira. O resultado foi o menos importante apesar de prevalecer um 6-6 no final, depois de várias ‘cuecas’, dribles vistosos e do ‘broah’ de uma bancada literalmente debruçada sobre o improvisado campo de futebol indoor, na freguesia da Encosta do Sol.

Afinal, o objetivo era promover a integração dos jovens de um dos bairros do concelho da Amadora com carências visíveis, e a tarde foi diferente: com música, cortes de cabelo diferentes e passatempos. O sempre requisitado capitão nacional desdobrou-se em satisfazer os apelos da plateia e lembrou que também ele nasceu num bairro "difícil", recordando os tempos em que jogava em Valbom, concelho de Gondomar. "Nasci num sítio onde supostamente as drogas eram o prato do dia. Consegui desviar-me e seguir o meu futuro. Espero que seja um exemplo não só dentro de campo mas também fora. Batalhei para chegar aqui", vincou Ricardinho.

Ainda com o turbilhão de emoções a fervilhar, Djô, nascido e criado no Casal de Mira, mostrou-se orgulhoso pelo momento inédito na sua vida. "É bom que os miúdos daqui me vejam enquanto parte integrante da Seleção Nacional. Eles ficaram felizes por cá termos vindo e nós também ficámos por os ver assim", assumiu o ala, de 31 anos, numa opinião partilhada por Bebé. O internacional português não tem dúvidas que os jogadores da equipa das quinas têm uma função a cumprir.

"Temos de ter consciência que temos uma responsabilidade social muito grande. É o que digo aos miúdos. Quem me dera, quando tinha a idade deles, ter a oportunidade de jogar contra os meus ídolos. Eles têm de aproveitar e desfrutar", sustentou o guardião.

Seleção viu ‘show’ e não leva a melhor

O empolgamento de quem esteve em campo pela equipa do Casal da Mira era equivalente à excitação de defrontar a Seleção. "Tentámos dar ‘show’", garantiu Samuel Lopes, também futsalista nos juniores do Leões de Porto Salvo, e que apontou quatro golos, devidamente suportado pelo capitão. "Posso dizer que ainda ninguém ganhou aqui!", brincou Liedson.

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.