Joel Nascimento: Calina lembra “um bom miúdo”

Jovem, de 19 anos, que jogava no clube da terra, morreu num acidente de automóvel

• Foto: Facebook do GD Chaves

A notícia da morte do jovem Joel Nascimento caiu que nem uma bomba, logo pela manhã, na região do Alto Tâmega. Para além de jogar futsal no Grupo Desportivo de Boticas – clube onde deu os primeiros pontapés na bola, em 2011/12, em sub-11 de futebol de 7 –, Joel teve também uma honrosa passagem pelo futebol de 11 do Chaves, emblema ao serviço do qual chegou mesmo a ser capitão nos sub-17. Nessa altura, em 2018/19, ganhou quase tudo numa equipa que tinha Carlos Calina como treinador.

“Quando soube da notícia da morte do Joel nem queria acreditar”, começou por dizer a Record o técnico, de 50 anos, naturalmente comovido com a tragédia que marcou o primeiro dia da semana. “O Joel tinha espírito de liderança e foi por isso que chegou mesmo a ser capitão da nossa equipa. Destacava-se, acima de tudo, pelo seu sentido de responsabilidade e por ser extremamente educado”, continua Carlos Calina, lembrando ainda “um bom miúdo, prestável, e que era amigo dos amigo”. “Tinha qualidade, claro, mas todos sabíamos que o futuro dele ia passar pelos estudos. Era essa a prioridade do Joel”, conclui.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.