Joel Rocha: «Preferimos ganhar feio do que perder bonito»

Técnico analisou o triunfo do Benfica frente ao Eléctrico

• Foto: Nuno Fonseca / Movephoto

Percurso imaculado do Benfica na actual edição da Taça da Liga. Depois de bater o Burinhosa por 7-0, o conjunto encarnado venceu o Eléctrico por 4-0, carimbando assim o bilhete para a final da prova. Apesar disso, o técnico Joel Rocha assume que a sua equipa teve muitas dificuldades.
 
"Foi um jogo muito difícil. O Eléctrico fez um excelente jogo porque não tinha nada a perder e tudo a ganhar, estava a 40 minutos de chegar a um jogo decisivo. Equilibrar a responsabilidade com a qualidade nem sempre foi fácil, mas preferimos ganhar feio do que perder bonito. Hoje não nos importa a exibição menos brilhante porque ficam quatro golos marcados e zero sofridos e a passagem à final. Durante muitos minutos o Eléctrico foi melhor do que o Benfica e aí enalteceu-se a nossa solidariedade, a nossa capacidade de defender e o nosso comprometimento", começou por salientar o treinador dos encarnados.
 
Salientando o facto de o registo de 11 golos marcados e zero sofridos não será importante se o Benfica não conquistar a Taça da Liga, Joel Rocha perspetivou o jogo da final: "Penso que não há pressão para nenhum dos lados, pressão só conheço a do pneu e da imperial. Isto para nós é prazer e só espero que os meus jogadores tenham capacidade de desfrutar do jogo com responsabilidade para que depois possamos estar mais minutos inspirados. Será mais um dérbi, este é o melhor jogo de futsal do mundo, vão estar imensas pessoas a ver-nos. Não há favoritos", analisou.

Por Diogo Matos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.