Portimonense garante subida inédita à 1.ª Divisão

Jogadores recebidos em euforia nos paços do concelho

Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense
Adeptos do Portimonense

O Portimonense vai pela primeira vez participar na 1.ª Divisão nacional de futsal, feito garantido este sábado, depois da vitória no terreno do Estoril (8-5) e do empate caseiro do Olho Marinho diante do São João (6-6). A comitiva foi recebida em total euforia, nos paços do concelho de Portimão, já noite alta, e os seus componentes receberam das mãos da presidente da Câmara, Isilda Gomes, medalhas alusivas ao feito alcançado.

"A persistência foi premiada, pois nos últimos anos estivemos perto da subida por várias vezes, sem o conseguirmos, e desta feita, fruto do empenho de todos e em particular do Pedro Moreira, o grande alicerce deste projeto, estamos a festejar uma conquista inédita na história do clube e do futsal algarvio", palavras de Fernando Rocha Rocha, presidente do Portimonense, já já havia subido por duas vezes ao escalão principal... no futebol.

O futsal, sustenta o dirigente, "está a crescer a olhos vistos e é uma modalidade muito interessante e atrativa e o Portimonense sente-se honrado por representar toda uma região no escalão de topo".

Pedro Moreira, treinador, não escondia a emoção: "Sonhava com isto... Era tudo o que queria quando iniciei este projeto e depois de alguns desgostos fomos bem sucedidos, tendo a pontinha de sorte que nos faltou noutras ocasiões".

O responsável pelo conjunto alvinegro afirma "não ter vergonha de dizer que pago para ser treinador, dando muito de mim para elevar a minha terra e este clube ao patamar mais alto possível, envolvendo toda a família". Esta época, e depois da derrota caseira com o Olho Marinho, "poucos acreditariam mas a esperança só morre quando as contas o ditam e, lutando até ao fim, fomos felizes".

O Portimonense utiliza o pavilhão dos Montes de Alvor nos seus jogos caseiros, um recinto com muitas limitações, e estão a decorrer obras no pavilhão da Boavista, que deverá acolher os jogos dos alvinegros no campeonato principal.

O Portimonense irá agora discutir o título nacional da 2.ª Divisão, frente ao Candoso, vencedor da Zona Norte e também promovido à 1.ª Divisão, numa decisão a duas mãos.

Por Armando Alves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.