Jorge Braz destaca "resposta fantástica" de Portugal: «A Tailândia criou-nos dificuldades»

Selecionador satisfeito com exibição e triunfo no arranque do Mundial

• Foto: André Serrano/FPF

Portugal entrou a vencer no Mundial de futsal ao bater a Tailândia por 4-1. No final da partida, o selecionador Jorge Braz admitiu que a Seleção Nacional foi surpreendida na fase inicial, mas sublinhou a reação dos jogadores lusos. 

"[Os tailandeses] Alteraram algumas coisas e criaram-nos dificuldades no início do jogo. Alteraram um bocadinho o que vinha a ser a lógica deles. A Tailândia criou-nos, e bem, dificuldades. Sofremos um golo em que sabíamos que podiam ter aquele tipo de movimento, estávamos identificados para isso. Posteriormente, percebemos que tínhamos de acalmar e organizar, ser um bocadinho mais objetivos e adaptar-nos ao jogo. Chegámos ao empate e terminámos a primeira parte já bem melhor, a querer alterar. Depois, a segunda parte foi a continuação da lógica e da ambição de perceber que estamos aqui para ganhar os jogos todos. Foi essa resposta fantástica que a equipa deu", disse o treinador português, em conferência de imprensa. 

"[Ao intervalo] Ajustámos uma ou outra questão a defender alguns esquemas, tentámos ser mais claros e objetivos no processo ofensivo, com mais alguma profundidade, e orientar as nossas ações de acordo com a nossa ambição para virar o jogo. Queremos que seja um caminho longo e o primeiro jogo caracterizou o que é iniciar uma competição destas. Agora, é crescer e melhorar ainda mais já para o segundo jogo", acrescentou Jorge Braz.

Regressos de Pauleta e Tiago Brito

Está a família junta. Estamos todos outra vez. Qualquer grupo ou família se sente feliz quando regressam a casa. Foi um dia muito feliz. Não está cá o Edu Sousa. Evidentemente, esta vitória é dedicada a ele".

 

Por Record com Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Futsal

Notícias

Notícias Mais Vistas